PUBLICIDADE

Senado do Chile rejeita impeachment de presidente Piñera

A decisão do Senado foi tomada cinco dias antes das eleições presidenciais, nas quais Piñera não irá concorrer

16 nov 2021 20h40
| atualizado às 21h20
ver comentários
Publicidade
Presidente chileno, Sebastián Piñera
22/07/2021
REUTERS/Rodrigo Garrido
Presidente chileno, Sebastián Piñera 22/07/2021 REUTERS/Rodrigo Garrido
Foto: Reuters

O Senado do Chile rejeitou nesta terça-feira (16) um processo de impeachment contra o presidente Sebastián Piñera por suspeitas de irregularidades na compra e venda de uma empresa de mineração, reveladas pela investigação jornalística conhecida como "Pandora Papers".

O impeachment foi rejeitado por pelo menos 14 dos 43 senadores, além de ao menos uma abstenção. A oposição precisava de 29 votos a favor para remover o presidente, que agora deverá terminar seu segundo mandato em março do próximo ano.

A decisão do Senado foi tomada cinco dias antes das eleições presidenciais, nas quais Piñera não irá concorrer.

O impeachment de Piñera havia sido aprovado na semana passada na Câmara dos Deputados.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade