PUBLICIDADE

Saudosos do fascismo homenageiam Mussolini na Itália

Ato foi alvo de protestos com a música 'Bella Ciao'

2 mai 2021
14h50 atualizado às 16h08
0comentários
14h50 atualizado às 16h08
Publicidade

Um grupo de cerca de 70 italianos saudosos do fascismo se reuniu neste domingo (2) no Lago de Cuomo, no norte da Itália, para fazer "saudações romanas", gesto que se tornou símbolo dos fascistas, em homenagem a Benito Mussolini (1883-1945).

O encontro ocorreu na piazza Paracchini, em Dongo, para lembrar a data de 28 de abril de 1945, dia em que o líder fascista e sua amante, Claretta Petacci, foram presos e executados.

A homenagem foi feita em frente ao portão da Villa Belmonte, onde ambos foram mortos. A cerimônia foi organizada pela associação Mario Nicollini de Coma, autorizada pelo Quartel-General da Polícia e pela Prefeitura.

A "saudação romana" consiste em levantar o braço direito com a palma da mão aberta e foi incorporada pelo fascismo durante a ditadura de Mussolini.

O ato, no entanto, foi alvo de críticas e protestos por parte da Associação Nacional dos Partisans Italianos (Anpi). Do outro lado da praça, centenas de manifestantes repudiaram a homenagem, ao som de "Bella Ciao", música símbolo da Resistência.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade