PUBLICIDADE

Sanofi suspende desenvolvimento de vacina anti-Covid de mRNA

Empresa focará em produção de fórmula com proteína recombinante

28 set 2021 09h20
| atualizado às 09h32
ver comentários
Publicidade

A farmacêutica francesa Sanofi anunciou nesta terça-feira (28) que vai interromper os estudos de desenvolvimento da vacina anti-Covid com base na tecnologia de RNA mensageiro (mRNA).

Sanofi anunciou que farmacêutica usará tecnologia de mRNA para outras vacinas
Sanofi anunciou que farmacêutica usará tecnologia de mRNA para outras vacinas
Foto: EPA / Ansa - Brasil

Atualmente, o imunizante já havia apresentado resultados positivos nas fases 1 e 2 - que testam a segurança e a resposta do sistema imune - e iria iniciar a fase 3, que testa a eficácia contra o coronavírus Sars-CoV-2 em um grupo de milhares de pessoas.

Em declaração ao jornal "Le Monde", o vice-presidente da Sanofi, Thomas Triomphe, afirmou que a situação atual "mostra que não há mais a necessidade da saúde pública para outra vacina de mRNA", que é a mesma tecnologia usada pelas fórmulas da Pfizer/BioNTech e Moderna, amplamente usadas na Europa.

Por isso, a empresa irá concentrar esforços no desenvolvimento da vacina anti-Covid com proteínas recombinantes e adjuvantes, em uma produção em parceria com o grupo britânico GlaxoSmithKline (GSK). A pesquisa já está na fase 3 e deve finalizar os estudos no quarto trimestre.

Pesquisas vêm mostrando que a combinação de vacinas produzidas com tecnologias diferentes consegue ampliar ainda mais a proteção contra o coronavírus Sars-CoV-2.

Triomphe ainda afirmou ao jornal que a farmacêutica continuará a investir na tecnologia de RNA mensageiro - usada pela primeira vez em larga escala por conta da pandemia de Covid-19 - para "ajudar a França e a Europa a terem um arsenal de vacinas de mRNA em uma próxima pandemia ou para outras doenças".

Em setembro de 2020, a União Europeia anunciou que tinha firmado um contrato com a Sanofi/GSK para a compra de 300 milhões de doses do imunizante.

À época, foi o segundo acordo formal firmado pelo bloco europeu - que fechou oito ao todo. Não houve informações sobre o que acontecerá com esse pacto. .
   

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade