0

Princesa perde US$900 mil em joias em roubo a hotel de Paris

As peças, segundo ela, teriam sido levadas na tarde da última sexta-feira (07)

10 set 2018
15h36
atualizado às 17h03
  • separator
  • comentários

Uma princesa saudita comunicou o roubo de joias no valor de 930 mil dólares de sua suíte do hotel Ritz de Paris, disse uma fonte da polícia nesta segunda-feira.

A princesa, que não foi identificada, disse que as peças foram levadas na tarde de sexta-feira. Não havia sinais de que o quarto foi arrombado, segundo a fonte. A princesa disse a procuradores que os pertences não foram colocados no cofre da suíte.

Um porta-voz do Ritz não quis comentar. Se confirmado, o roubo terá sido o segundo no hotel elegante da Place Vendôme neste ano.

ma princesa saudita comunicou o roubo de joias no valor de 930 mil dólares de sua suíte do hotel Ritz de Paris
ma princesa saudita comunicou o roubo de joias no valor de 930 mil dólares de sua suíte do hotel Ritz de Paris
Foto: Reuters

Em janeiro ladrões munidos de machados invadiram o saguão e roubaram colares e outras joias de milhões de dólares de estandes.

A polícia conseguiu prender três deles do lado de dentro, e dois outros que fugiram em uma lambreta acabaram derrubando uma sacola com itens roubados. Todas as joias acabaram sendo recuperadas.

Roubos armados não são incomuns na área, que abriga dezenas de butiques de luxo e joalherias em suas ruas.

Em outubro de 2016 a estrela de reality show Kim Kardashian foi vítima de um assalto a 10 minutos de caminhada do Ritz durante o qual milhões de dólares em joias foram levados.

Em dezembro de 2017 um homem conseguiu substituir dois diamantes e dois anéis no valor de 5,5 milhões de euros de uma joalheria por falsificações baratas.

Agora a polícia mantém uma presença permanente no bairro, mas isso fez pouco para conter ladrões determinados.

Veja também:

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade