PUBLICIDADE

Mundo

PIB real da Itália volta a níveis pré-crise de 2007

Crescimento foi inferior a Espanha, França e Alemanha

15 mai 2024 - 15h24
(atualizado às 16h15)
Compartilhar
Exibir comentários

O PIB real (em volume) da Itália só voltou aos níveis pré-crise de 2007 no final de 2023. Em 15 anos, acumulou-se uma diferença de crescimento de mais de 10 pontos percentuais com a Espanha, 14 com a França e 17 com a Alemanha, de acordo com o relatório anual do Instituto Nacional de Estatística da Itália (Istat) divulgado nesta quarta (15).

    Já em relação ao PIB nominal entre 2019 e 2023, a Itália é a economia que cresceu mais rápido entre os quatro grandes países da União Europeia, com um aumento de 4,2% no final de 2023 em relação ao último trimestre de 2019 (em comparação com 2,9% na Espanha, 1,9% na França e 0,1% na Alemanha).

    Em 2023, na Itália, o PIB aumentou 0,9% em comparação com 0,7% na França e 2,5% na Espanha, enquanto a Alemanha registrou uma queda (-0,3%).

    Segundo estimativas preliminares, no primeiro trimestre de 2024 o crescimento econômico foi de 0,7% na Espanha, 0,3% na Itália e 0,2% tanto na França, quanto na Alemanha.

    O Istat destacou que "a estagnação da produtividade laboral é um dos elementos que caracterizou a fraca tendência do PIB em volume durante os últimos 20 anos e a consequente ampliação da lacuna de crescimento com as outras principais economias da UE".

    Em volume, "o PIB por hora trabalhada na Itália cresceu apenas 1,3% entre 2007 e 2023, em comparação com 3,6% na França, 10,5% na Alemanha e 15,2% na Espanha". .

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Publicidade