PUBLICIDADE

Papa se reúne com ministro da Transição Ecológica da Itália

Encontro ainda contou com jovens que participarão da Pré-COP26

25 set 2021 11h53
| atualizado às 12h50
ver comentários
Publicidade

O papa Francisco se reuniu neste sábado (25) com o ministro da Transição Ecológica da Itália, Roberto Cingolani, e com jovens que participarão da Pré-COP26, que ocorrerá em Milão, para debater as mudanças climáticas e a proteção do ambiente.

Papa pediu que jovens 'façam barulho' para defender o meio ambiente
Papa pediu que jovens 'façam barulho' para defender o meio ambiente
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

"Vocês não são o futuro, são o presente. Nós estamos em evolução e precisamos andar adiante: vocês precisam fazer isso pelo futuro de vocês e dos seus filhos. Eu desejo que vocês façam barulho, se façam ouvir!", disse Francisco ao receber os cerca de 50 jovens do Earth Day.

A Pré-COP26 será realizada entre os dias 30 de setembro e 2 de outubro, mas os jovens se reunirão no dia 28 de setembro no Youth4Climate para debater propostas e soluções que serão levadas tanto para a reunião preparatória como para a COP26, que ocorre em Glasgow.

"Em cerca de 30 anos, 25 conferências sobre o clima não souberam como parar o constante aumento na atmosfera dos gases tóxicos, com consequências que correm o risco de já serem irreversíveis", disse o líder do Earth Day Italy, Pierluigi Sassi, antes do encontro com Francisco.

"Em entendimento com o ministro da Transição Ecológica, Roberto Cingolani, que preside a Pré-COP26, nós quisemos pedir uma bênção especial para o papa Francisco, que há seis anos já publicava uma encíclica, a Laudato Sì, buscando, como os jovens da COP, exortar as Nações Unidas na busca pelo bem comum mais do que a defesa de sistemas econômicos predatórios e fundados na cultura do descarte", acrescentou Sassi.

Durante a audiência, o líder católico foi presenteado com a obra "Saving the Earth", criada com materiais reciclados pelo artista fiorentino Neri Frullini.

Francisco é uma das principais vozes internacionais nos pedidos para a defesa do ambiente e da urgência de proteger os mais pobres e vulneráveis dos efeitos devastadores das mudanças climáticas. .
   

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade