0

Padre é flagrado abusando de menina de 10 anos na Itália

Paolo Glaentzer, 70, disse que não sabia idade da vítima

27 jul 2018
15h36
atualizado às 16h28
  • separator
  • comentários

Um padre de 70 anos, Paolo Glaentzer, foi flagrado abusando de uma menina de apenas 10 dentro de um carro em Prato, nos arredores de Florença, centro-norte da Itália.

O episódio ocorreu na última segunda-feira (23), no estacionamento de um supermercado. Um transeunte percebeu algo estranho no veículo e foi até lá. Ao ver o que estava ocorrendo, abriu a porta do carro e puxou a criança para fora.

O padre Paolo Glaentzer foi flagrado abusando de uma menina de apenas 10 dentro de um carro em Prato, nos arredores de Florença, centro-norte da Itália
O padre Paolo Glaentzer foi flagrado abusando de uma menina de apenas 10 dentro de um carro em Prato, nos arredores de Florença, centro-norte da Itália
Foto: KatarzynaBialasiewicz / iStock

A confusão acabou atraindo a atenção de moradores, e o padre esteve à beira de ser linchado, mas a polícia interveio e o prendeu em flagrante, sob a acusação de violência sexual agravada.

Glaentzer, colocado em regime de prisão domiciliar, é padre em uma igreja da diocese de Florença, na divisa com a província de Prato. Interrogado pela polícia, ele disse que "ignorava" a idade da vítima. "Pensava que ela tinha alguns anos a mais, tipo 14, 15 anos", declarou.

No entanto, o próprio sacerdote entrou em contradição ao afirmar que conhece a família da menina, que é acompanhada por serviços sociais, há "cerca de 10 anos" e que inclusive jantava na casa dela "uma vez por mês". Ele também confessou que abusara da criança "ao menos três vezes". "Desde o momento da prisão até hoje, pensei no que ocorreu e percebi que errei", afirmou.

Veja também:

Papa cria tribunal para crimes ligados a pedofilia

 

Ansa - Brasil   
  • separator
  • comentários
publicidade