1 evento ao vivo

Presidente da Venezuela acusa EUA de preparar Terceira Guerra Mundial

2 set 2013
20h40
atualizado às 20h51
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Os Estados Unidos estão considerando intervir militarmente na Síria para desencadear uma guerra mundial que permita ao país se consolidar como potência global, disse nesta segunda-feira o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.

O Congresso norte-americano estuda uma proposta do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para o uso de força militar na Síria, iniciativa criticada inclusive pelo papa Francisco, que propôs um jejum mundial em 7 de setembro para pedir a paz do convulsionado povo sírio.

"Os Estados Unidos estão se preparando para uma Terceira Guerra Mundial, assim denuncio desde essa terra de paz", disse Maduro na ilha Margarita, no norte do país caribenho.

"Nós não queremos guerra, queremos paz", reiterou ele, dizendo que uma intervenção militar envolveria Irã, Israel e os palestinos.

Maduro explicou que Washington aposta em um conflito armado com o objetivo de estimular a indústria bélica e conseguir, desta forma, pôr fim ao que chama de "crise do capitalismo".

"Produzindo mais armas recuperam a economia dos Estados Unidos, a tornam mais hegemônica no mundo, humilham a Europa com a recuperação econômica", afirmou.

"Além disso, militarmente enviam uma mensagem às potências emergentes de que são os 'cafetões' do mundo, de que os Estados Unidos são os policiais do mundo. Isso acabou", disse ele de forma enérgica.

Maduro anunciou que se somará ao jejum mundial pela paz na Síria convocado pelo papa. Na região, o presidente da Bolívia e aliado política de Maduro, Evo Morales, também prometeu participar da proposta do líder da Igreja Católica.

Veja também:

Em mensagem, embaixador Arman Akopian lembra 29 anos da independência da Armênia
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade