PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Mundo

Número de mortos por 'seita do jejum' no Quênia vai a 350

No entanto, total de vítimas pode passar dos 600

11 jul 2023 - 13h12
(atualizado às 13h39)
Compartilhar
Exibir comentários

Subiu para 350 o número de mortes ligadas à assim chamada "seita do jejum" no Quênia.

O novo balanço foi divulgado pelo ministro do Interior do país africano, Kithure Kindiki, em audiência em uma comissão do Senado que investiga o massacre.

Nos últimos dias, a polícia identificou mais 40 valas comuns na floresta de Shakahola, local onde se reunia o culto liderado pelo pregador Paul Mackenzie.

A seita do jejum pregava que as pessoas se abstivessem de comer "para poder encontrar Jesus no paraíso". "Mackenzie plantou hortaliças e outras verduras sobre as valas", disse Kindiki ao explicar a lentidão na procura por corpos.

"Não encerremos a procura por outras valas comuns, então não sabemos quanto tempo ainda será necessário. A Cruz Vermelha queniana estima que o número de vítimas da seita possa passar de 600.  

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Publicidade