PUBLICIDADE

Mundo

Milei adota tom conciliador em primeiro discurso como eleito: 'Nova Argentina'

Javier Milei pediu união dos argentinos para a retomada do país a uma "potência mundial"

19 nov 2023 - 23h00
Compartilhar
Exibir comentários
Javier Milei derrotou o peronista Sergio Massa
Javier Milei derrotou o peronista Sergio Massa
Foto: Reprodução/GloboNews

O economista Javier Milei fez seu primeiro discurso como novo presidente eleito da Argentina, na noite deste domingo, 19. Ultraliberal, Milei evitou falar de temas polêmicos trazidos com frequência durante a sua campanha, e adotou um tom conciliador. Ele convidou todos os argentinos a se juntarem pela "nova Argentina".

"É mais importante o que nos une do que o que nos separa. Sempre que queiram se juntar à mudança que a Argentina precisa vão ser bem-vindos", disse.

Desde o início do discurso, Milei colocou a sua eleição como um divisor de águas para o país. Ele considerou a sua vitória como "uma noite histórica para a Argentina". Em seguida, fez uma série de agradecimentos a personagens importantes durante a sua campanha.

"Hoje começa o fim da decadência argentina. Hoje começamos a virar a página da nossa história e voltamos a retomar o caminho que nunca devíamos ter nos afastado. Hoje termina o modelo empobrecedor do Estado onipresente que só beneficia a maioria enquanto a maioria dos argentinos sofre", disse Milei.

Ex-goleiro, fã de Bolsonaro e Rolling Stone: quem é Javier Milei Ex-goleiro, fã de Bolsonaro e Rolling Stone: quem é Javier Milei

Além de sua equipe e partido, dois nomes chamaram atenção em seu discurso. Milei agradeceu especialmente ao ex-presidente Maurício Macri e a candidata no primeiro turno Patrícia Bullrich por terem lhe dado votos "para defender a mudança que a Argentina precisa".

O novo presidente, inclusive, fez questão de exaltar a democracia - o termo apareceu entre as suas prioridades de governo, junto com "comércio livre" e a "paz".

Seguindo o já esperado por seus eleitores, Millei também destacou a liberdade e o liberalismo incontáveis vezes. "A Argentina tem futuro, mas esse futuro só existe se esse futuro é liberal", afirmou.

O economista falou ainda em trabalho de longo prazo e disse esperar que dentro de "35 anos" a Argentina volte a ser uma "potência mundial".

Milei derrota o peronista Sergio Massa

Perto de chegar a 90% das urnas apuradas, por volta das 20h40 deste domingo, 19, a Argentina já tinha o nome do seu novo presidente: Javier Milei (Unión por la Patria), de 53 anos, venceu o peronista Sergio Massa (La Libertad Avanza), no segundo turno das eleições. Naquela momento, Milei tinha 55,89% dos votos e Massa 44,10%.

Antes mesmo do resultado oficial, Massa fez um discurso em que admitia a derrota. O ministro da Economia do atual governo disse ter ligado para Milei, o parabenizando pela vitória. "Foi uma campanha muito longa e difícil, com conotações duras e espero que o respeito por quem pensa diferente seja estabelecido na Argentina", disse o peronista.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade