0

Manifestantes protestam na Casa Branca contra Bolsonaro

Grupo se reuniu em frente à sede do governo norte-americano

17 mar 2019
16h40
atualizado às 16h58
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Um grupo de cerca de 50 pessoas, na sua maioria norte-americanos, se reuniu neste domingo em frente à Casa Branca para protestar contra a visita do presidente Jair Bolsonaro.

Com cartazes e faixas com a foto de Bolsonaro e a frase "Ele Não", os manifestantes fizeram um protesto pacífico, sem serem incomodados pelo Serviço Secreto norte-americano que faz a segurança do local.

Manifestantes protestam contra a visita do presidente brasileiro Jair Bolsonaro ao Estados Unidos, em frente à Casa Branca, em Washington
Manifestantes protestam contra a visita do presidente brasileiro Jair Bolsonaro ao Estados Unidos, em frente à Casa Branca, em Washington
Foto: Niyi Fote / TheNews2 / Estadão

"Um encontro entre Bolsonaro e Trump legitima o fascismo e essa nova ultradireita que está crescendo no mundo. Não podemos deixar isso passar em branco", disse Michael Shallal, da organização DC United Against Hate, uma das organizadoras do protesto.

Bolsonaro ficará hospedado a poucos metros do local do protesto, mas o presidente ainda não havia chegado a Washington enquanto os ativistas gritavam palavras de ordem.

Poucos brasileiros participarem do evento, e boa parte deles preferiu não se identificar.

"A gente ouve e lê o que está acontecendo no Brasil e fica muito preocupado, até com nossas famílias", disse à Reuters uma brasileira presente à manifestação.

Lacy MacAuley, ativista moradora de Washington, levou o bebê de menos de 1 ano para o protesto. "Nós temos que pensar no mundo que vamos deixar para ele", disse. "Nós temos que defender as pessoas. Estamos aqui protestando contra um encontro de governos fascistas, racistas, que oprimem os mais pobres, as mulheres", afirmou.

Veja também:

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade