2 eventos ao vivo

Levado pela maré, menino de 10 anos sobrevive graças a conselhos que viu na TV

O menino passou uma hora boiando de costas no mar, até ser resgatado por barco salva-vidas. Recomendações fazem parte de campanha nacional para prevenir afogamentos.

3 ago 2020
16h46
atualizado às 16h54
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
O menino foi levado pelo vento e pela maré para o outro lado da baía sul de Scarborough
O menino foi levado pelo vento e pela maré para o outro lado da baía sul de Scarborough
Foto: BBC News Brasil

A tripulação de barco salva-vidas ficou "impressionada" com um garoto de 10 anos que sobreviveu por mais de uma hora no mar, ao seguir os conselhos que ele viu em um documentário da BBC.

O menino havia desaparecido após entrar no mar em Scarborough, no norte da Inglaterra, na sexta-feira (31/07).

Ele foi achado pelos salva-vidas boiando na água de costas, com os braços e as pernas abertos, gritando por socorro.

Estas são as recomendações feitas pela Royal National Lifeboat Institution (RNLI), organização sem fins lucrativos britânica dedicada a prestar auxílio a banhistas, para quem enfrentar dificuldades ao nadar.

'Aterrorizante e estressante'

Os salva-vidas foram chamados quando o menino sumiu após ser levado pela maré e pelo vento. Ele foi resgatado próximo a um pier, do outro lado da baía sul de Scarborough.

Segundo Lee Marton, tripulante do barco salva-vidas, o garoto seguiu as instruções dadas pelo documentário da BBC Saving Lives at Sea (Salvando Vidas no Mar, em tradução livre).

Com o calor, as praias ficam lotadas - e aumentam os incidentes no mar
Com o calor, as praias ficam lotadas - e aumentam os incidentes no mar
Foto: Google / BBC News Brasil

As recomendações fazem parte da campanha nacional de prevenção de afogamentos da RNLI, "Respeite a Água".

A organização diz que qualquer pessoa que esteja passando apuros no mar deve tentar conter o instinto de nadar mais forte ou se debater - isso pode levar alguém a aspirar água e se afogar.

Em vez disso, deve-se relaxar e boiar de costas até recuperar o controle da respiração.

"Estamos muito impressionados com esse rapaz incrível, que conseguiu manter a calma e seguir os conselhos de segurança, em circunstâncias terríveis e estressantes. Se não tivesse feito isso, o resultado poderia ter sido muito diferente", disse Marton.

O garoto reencontrou sua família no posto salva-vidas antes de ser levado para fazer exames em um hospital.

A sexta-feira foi o dia mais quente do ano e o terceiro mais quente já registrado no Reino Unido, o que levou milhares de pessoas às praias do país.

A Guarda Costeira britânica disse que registrou seu maior número de chamadas diárias em mais de quatro anos, com 329 incidentes registrados, incluindo pessoas levadas por correntezas e relatos de crianças desaparecidas.

Veja também:

Maior edifício impresso em 3D da Europa está em construção
BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade