PUBLICIDADE

Itália tem mais 8.444 casos e 301 mortes por Covid

26 abr 2021 12h26
| atualizado às 12h35
ver comentários
Publicidade

A Itália registrou nesta segunda-feira (26) mais 8.444 casos e 301 mortes na pandemia de Covid-19, elevando os totais de contágios e óbitos para 3.971.114 e 119.539, respectivamente.

Restaurantes de 14 das 20 regiões da Itália já podem receber clientes em mesas ao ar livre
Restaurantes de 14 das 20 regiões da Itália já podem receber clientes em mesas ao ar livre
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

O novo boletim do Ministério da Saúde traz uma leve queda nos casos e nas mortes em 24 horas em relação ao mesmo dia da semana passada, quando haviam sido contabilizados 8.864 diagnósticos positivos e 316 óbitos.

O país ainda soma quase 3,4 milhões de pacientes curados e 452.812 casos ativos, cifra mais baixa desde 4 de março.

Até o momento, já foram aplicadas quase 17,8 milhões de vacinas anti-Covid na Itália, sendo que pouco mais 5,2 milhões de pessoas, 8,7% da população nacional, tomaram as duas doses da AstraZeneca, da Pfizer ou da Moderna ou a dose única da Janssen e completaram o ciclo de imunização.

Relaxamento

Com casos e mortes em queda, a Itália iniciou nesta segunda-feira uma nova fase no combate à pandemia, com a reabertura de restaurantes e bares com espaços ao ar livre, inclusive de noite, e museus, cinemas e teatros na maior parte do país.

O relaxamento foi possibilitado pela progressão de 14 das 20 regiões italianas para a faixa amarela, a segunda na escala de risco criada pelo governo, que ainda inclui as cores branco, laranja e vermelho.

A Itália não tinha regiões na faixa amarela desde o fim de março, quando o governo de Mario Draghi endureceu as regras em todo o país para conter a disseminação do vírus Sars-CoV-2 no feriado de Páscoa.

Além da reabertura de restaurantes, bares, museus, cinemas e teatros na faixa amarela, viagens inter-regionais voltaram a ser permitidas após mais de cinco meses.

Nas zonas laranja e vermelha, contudo, é necessário apresentar certificado de vacinação contra Covid, comprovante de cura da doença ou resultado negativo de exame PCR ou de antígeno. No entanto, visitas a outras residências só são permitidas uma vez por dia nas zonas amarela e laranja, com limite de quatro convidados ao mesmo tempo, sem considerar filhos menores de idade.

As visitas privadas seguem proibidas na faixa vermelha, que tem regras semelhantes a um lockdown, com fechamento do comércio não essencial e proibição de sair de casa a não ser por motivos de trabalho, saúde ou urgência. Contudo, esse regime agora está restrito apenas à ilha da Sardenha.

Já as cinco regiões restantes estão na faixa laranja, onde é permitido circular livremente dentro do próprio município e reabrir lojas, porém com restaurantes ainda fechados.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade