PUBLICIDADE

Itália tem maior número de casos de Covid em 5 meses

5 jul 2022 - 12h57
(atualizado às 13h06)
Ver comentários

A Itália registrou nesta terça-feira (5) mais 132.274 casos e 94 mortes na pandemia de Covid-19, elevando os totais de contágios e óbitos para 18.938.771 e 168.698, respectivamente.

Ala de Covid no Hospital San Raffaele, em Roma
Ala de Covid no Hospital San Raffaele, em Roma
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

O número de diagnósticos positivos desta terça é o maior para um único dia no país desde 1º de fevereiro, quando haviam sido contabilizados 133.142 casos, de acordo com boletim do Ministério da Saúde. Já a cifra de óbitos é a mais alta desde 27 de maio (105).

"Estamos em uma época de retomada dos contágios e sabemos muito bem que quando o número de casos cresce de forma tão rápida, ainda que os efeitos em nossos hospitais sejam mais limitados em relação ao passado graças à vacinação, teremos de acertar contas com algumas consequências", disse o ministro italiano da Saúde, Roberto Speranza, ainda antes da divulgação do boletim desta terça.

"Os hospitais, a cada vez que a curva de contágios cresce, se equipam para receber as pessoas, mas agora temos números muito mais baixos que no passado. Chegamos a ter 4 mil pessoas em UTIs, agora temos cerca de 300", acrescentou.

A média móvel de infecções em sete dias subiu para 84.139 nesta terça, maior índice desde 9 de fevereiro (88.400), enquanto a de mortes oscilou de 63 para 66.

A Itália também soma 1.087.272 casos ativos, cifra mais alta desde 9 de maio (1.103.755), e tem cerca de 82% de sua população com o primeiro ciclo de vacinação contra a Covid concluído, enquanto 67% das pessoas tomaram a dose de reforço.

Já o número de pacientes internados em leitos de enfermaria subiu de 7.648 para 8.003 em um dia, enquanto nas UTIs a cifra passou de 303 para 323.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade