PUBLICIDADE

Mundo

Itália é 1º destino da Europa para turistas argentinos

Fluxos turísticos cresceram 240% entre 2012 e 2019

19 mar 2024 - 15h27
(atualizado em 21/3/2024 às 03h51)
Compartilhar
Exibir comentários

A Itália representa o principal destino na Europa para os turistas argentinos. Com uma população de mais de 46 milhões de habitantes, com fortes laços com a Europa, com cerca de metade de origem italiana, o país sul-americano é um mercado de interesse para a Itália: antes da pandemia, em 2019, foram registradas 704 mil chegadas, com um gasto de 526 milhões de euros, como revelam os dados da Agência Nacional de Turismo da Itália (Enit) de Buenos Aires, que também destacam como, de 2012 a 2019, os fluxos turísticos cresceram 240%.

    As informações constam em um comunicado do Ministério do Turismo, no contexto da missão na Argentina da ministra Daniela Santanchè, organizada por ocasião da parada em Buenos Aires do tour mundial do Amerigo Vespucci.

    Também à luz desses dados, o turismo de raízes constitui uma alavanca estratégica e uma oportunidade de desenvolvimento, com um público de viajantes estimado entre 60 e 80 milhões de pessoas, gerando um gasto anual de cerca de 8 bilhões de euros, de acordo com a Confcommercio.

    Trata-se de um segmento em forte crescimento, visto que os visitantes internacionais que nos primeiros nove meses de 2023 viajaram para a Itália para visitar parentes e amigos aumentaram tanto em relação ao mesmo período de 2022 (15,6%) quanto de 2019 (6,7%), com aumento também nos gastos, de 6,4% em relação a 2022 e 45,6% em relação a 2019, de acordo com o departamento de estudos da Enit nos dados do Banco da Itália de 2023 (provisórios).

    Contribui para a promoção do Turismo de Raízes também Italea, uma plataforma online criada pelo Ministério das Relações Exteriores e integrada ao italia.it, que permite organizar percursos virtuais para descobrir lugares, costumes e cultura italiana. .

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Publicidade