PUBLICIDADE

Mundo

Israel diz que houthis sequestraram navio no Mar Vermelho, mas sem israelenses a bordo

19 nov 2023 - 16h07
Compartilhar
Exibir comentários

Israel disse neste domingo que os houthis do Iêmen sequestraram um navio cargueiro britânico, operado pelo Japão, no sul do Mar Vermelho, descrevendo o incidente como um "ato de terrorismo iraniano", com consequências à segurança marítima internacional.

Os houthis confirmaram ter tomado o controle de um navio na região, mas afirmaram que a embarcação é israelense. "Estamos tratando a tripulação de acordo com os princípios e valores islâmicos", afirmou um porta-voz do grupo.

O grupo, aliado do Irã, tem lançado mísseis e drones de longo alcance contra Israel, em solidariedade aos militantes palestinos do Hamas, que enfrentam as forças israelenses na Faixa de Gaza.

Na semana passada, o líder houthi disse que suas forças fariam ataques adicionais contra Israel, e que elas poderiam definir como alvos navios israelenses no Mar Vermelho e no Estreito de Bab al-Mandeb.

Uma autoridade de Defesa dos Estados Unidos disse estar "ciente da situação e monitorando de perto". O gabinete do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou que um navio -- o qual ele não identificou -- foi sequestrado.

"Não havia israelenses no navio", e Israel não está envolvido em sua posse ou operação, acrescentou.

"Trata-se de mais um ato de terrorismo iraniano que representa uma escalada na beligerância do Irã contra os cidadãos do mundo livre, com ramificações internacionais concomitantes em relação à segurança das rotas de navegação globais."

Mais cedo neste domingo, os houthis afirmaram que todos os navios de posse ou operados por empresas israelenses podem se tornar alvos.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade