PUBLICIDADE

Mundo

Helicóptero do Exército da Guiana desaparece perto da fronteira com Venezuela

Sete pessoas estavam a bordo da aeronave; desaparecimento ocorre em um momento de tensão entre os países por disputa territorial

7 dez 2023 - 11h00
(atualizado às 17h20)
Compartilhar
Exibir comentários
Exército reforça fronteira mesmo considerado improvável Venezuela invadir Guiana
Exército reforça fronteira mesmo considerado improvável Venezuela invadir Guiana
Foto: Reprodução/Reuters

Um helicóptero do Exército da Guiana desapareceu na quarta-feira, 6, perto da Venezuela. Segundo a agência de notícias AFP, além de dois tripulantes, a aeronave levava cinco oficiais superiores para uma inspeção das tropas que ficam na área de fronteira entre os países.

Estavam a bordo o capitão Charles, o coronel Michael Shahoud, o brigadeiro aposentado Gary Beaton, o tenente Golonel Sean Welcome, o sargento Jason Khan, o tenente-coronel Andio Michaeal Crawford e o cabo Dwayne Jackson.

O desaparecimento ocorre em um momento de tensão entre Guiana e Venezuela por disputa territorial. No entanto, até o momento, não há informações de que a Venezuela esteja envolvida no caso do helicóptero.

Conforme a AFP, a aeronave Bell 412 EP partiu da base de Ayanganna às 09h23 com destino a Arau na quarta-feira. Às 11h20, o helicóptero enviou um sinal do transmissor localizador de emergência. Ele perdeu contato a 45 quilômetros da fronteira, exatamente no Essequibo, território em disputa. No momento do desaparecimento, a área estava com um tempo ruim.

O brigadeiro Omar Khan, porta-voz do Exército, informou que o governo dos Estados Unidos ajudará nas buscas nesta quinta-feira, 7.

Disputa territorial

A disputa do território de Essequibo, entre a Venezuela e a Guiana, existe desde o final do século 19, mas voltou ao centro do debate após o governo de Nicolás Maduro realizar um referendo para "reafirmar" os seus direitos sobre o território.  

No total, 95% dos venezuelanos aprovaram a anexação do território ao país, elevando as tensões nas fronteiras entre os países e o norte do Brasil. No local, vivem 125 mil dos 800 mil habitantes da Guiana.

A área é rica em minérios, pedras preciosas e petróleo. Ela faz parte do território da Guiana desde o século 19, quando o país ainda era uma colônia britânica, e assim permaneceu desde a independência guianense, em 1966. Na matéria a seguir, entenda a disputa territorial entre Venezuela e Guiana.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade