0

Senado russo aprova uso de tropas na Ucrânia e ONU se reúne

O pedido foi feito pelo presidente Vladimir Putin neste sábado, até que a situação no país vizinho fosse "normalizada". Após aprovação, Conselho de segurança da ONU concovou reunião de emergência para este sábado

1 mar 2014
12h56
atualizado às 14h18
  • separator
  • 0
  • comentários

O senado russo aprovou neste sábado, por unanimidade, o uso de tropas russas em território ucraniano, como havia pedido o presidente, Vladimir Putin.

Reunido em sessão extraordinária, o Conselho da Federação, câmara alta do parlamento, votou pelo uso das "Forças Armadas russas em território ucraniano até que se normalize a situação política naquele país".

Após a aprovação do senado, o Conselho de Segurança da ONU decidiu que vai realizar uma reunião de emergência sobre a situação na Ucrânia para às 16h00 (horário de Brasília), segundo disseram delegações do conselho.

Um diplomata de Luxemburgo, que preside o conselho de 15 países neste mês, disse que a reunião estava sendo convocada a pedido da Grã-Bretanha.

O conselho se reuniu na sexta-feira para discutir a crise na região ucraniana da Crimeia, mas não se tomou nenhuma ação formal, como já era esperado. A reunião ressaltou as profundas divisões entre Estados Unidos e outras nações ocidentais e a Rússia, que tem uma grande base naval na Crimeia.

Na sessão de sexta-feira, a Ucrânia acusou a Rússia de incursões militares ilegais em território ucraniano, enquanto as delegações dos EUA e de países europeus alertavam Moscou a retirar quaisquer novas forças militares empregadas na Ucrânia.

A Rússia, porém, disse que qualquer movimento militar por forças russas estava em consonância com seu acordo com Kiev de manter sua base naval lá.

Como membro permanente do conselho, a Rússia tem poder de vetar qualquer ação proposta por seus membros.

Com informações da AFP e Reuters.

Manifestantes pró-Rússia seguram bandeiras do país durante protesto no centro de Donetsk, na Ucrânia, neste sábado, 1 de março
Manifestantes pró-Rússia seguram bandeiras do país durante protesto no centro de Donetsk, na Ucrânia, neste sábado, 1 de março
Foto: AP

<a data-cke-saved-href="http://noticias.terra.com.br/mundo/crise-na-ucrania/" href="http://noticias.terra.com.br/mundo/crise-na-ucrania/">veja o infográfico</a>
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade