5 eventos ao vivo

Grupo ameaça espalhar vírus ebola pela República Tcheca

A ameaça está sendo investigada pela Unidade contra o Crime Organizado (UOOZ) e especialistas em saúde pública

27 out 2014
17h56
atualizado às 18h14
  • separator
  • comentários

Um grupo de desconhecidos ameaçou o governo da República Tcheca com a propagação do vírus do ebola por locais públicos do país centro-europeu se não receber 37 mil euros, informaram nesta segunda-feira as autoridades tchecas.

O premiê do país, Bohuslav Sobotka, qualificou a chantagem como "típica de hienas"
O premiê do país, Bohuslav Sobotka, qualificou a chantagem como "típica de hienas"
Foto: THIERRY CHARLIER / AFP

Uma carta intimidadora foi remetida aos meios de comunicação locais depois que o governo não reagiu às exigências feitas por este grupo no último dia 21 de outubro.

"Hoje recebemos um envio de material biológico da Libéria que tínhamos solicitado. Este material provém de um paciente infectado pelo vírus", indica a carta enviada à imprensa.

Segundo o grupo, se o governo não ceder à chantagem, o vírus será espalhado por locais públicos de todo o país.

A ameaça está sendo investigada pela Unidade contra o Crime Organizado (UOOZ) e especialistas em saúde pública.

O diretor do UOOZ, Robert Slachta, confirmou que a ameaça procede de um grupo que usa "métodos de comunicação sofisticados" e cujo objetivo é "semear o pânico".

Em entrevista coletiva, o primeiro-ministro tcheco, o social-democrata Bohuslav Sobotka, qualificou a chantagem como "típica de hienas", enquanto o ministro do Interior, Milan Chovanec, reconheceu que "não há órgão de segurança que não tenha sido incluído nas investigações".

Por outra parte, o principal responsável de higiene pública do país, Vladimir Valenta, garantiu que as condições sanitárias na República Tcheca "impedem uma expansão em massa do ebola".

Até agora não se registrou nenhum caso de ebola no país centro-europeu.

Veja como o Ebola ataca o organismo

 

 

 

 

 

 

 

Foto: Arte Terra

EFE   
  • separator
  • comentários
publicidade