0

Obama e Clinton depositam flores no túmulo de John Kennedy

20 nov 2013
18h41
atualizado às 18h41
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, sua esposa, Michelle, e o casal Bill e Hillary Clinton homenagearam nesta quarta-feira o presidente John F. Kennedy depositando flores em seu túmulo no cemitério de Arlington, nos arredores de Washington.

O 50º aniversário do assassinato de Kennedy, ocorrido em 22 de novembro de 1963 em Dallas, no Texas, será comemorado nesta sexta-feira.

Os Obama e os Clinton estavam acompanhados por membros da família Kennedy, entre eles Ethel, viúva do senador Robert Kennedy, irmão de John e que também foi assassinado, em um hotel de Los Angeles em 1968.

Também estava presente Jack, filho de Caroline Kennedy, a única filha viva do casamento entre John e Jackie Kennedy.

Caroline Kennedy está em Tóquio, onde nesta terça-feira entregou suas credenciais como nova embaixadora dos EUA no Japão ao imperador Akihito.

Em um dia ensolarado, mas frio em Washington todos os presentes à cerimônia usavam casacos em tons escuros e Michelle Obama vestia grená.

Não houve discursos. Obama cumprimentou e conversou com alguns dos membros do clã Kennedy e inclusive pegou um bebê que em seguida começou a chorar e foi amparado por Michelle.

No túmulo onde jaz John F. Kennedy também estão sua esposa Jackie, que morreu em 1994; uma filha do casal que nasceu morta em 1956; e o bebê Patrick, que morreu em 1963, por problemas respiratórios dois dias após seu nascimento.

Após o assassinato do presidente, Jackie Kennedy decidiu deixar em Arlington os restos de seu marido e, inspirando-se no túmulo do soldado desconhecido sob o Arco de Triunfo de Paris, pediu que se colocasse uma chama que ardesse permanentemente.

Em 29 de outubro essa chama voltou a arder junto ao túmulo de Kennedy após ter sido transferida na primavera a uma localização temporária enquanto eram realizadas obras de melhoria na pira.

Antes da visita a Arlington o presidente Obama entregou hoje na Casa Branca a 16 personalidades as Medalhas da Liberdade, a máxima honra civil dada pelo governo dos EUA e que foram estabelecidas por Kennedy há 50 anos.

Esta noite Obama oferecerá um jantar em homenagem aos agraciados, entre eles Bill Clinton, um tributo a Kennedy dois dias antes do 50º aniversário de seu assassinato.

Veja também:

Obama revela que quebrou nariz de colega após racismo
EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade