PUBLICIDADE

EUA afirmam que não devolverão ilha de Guantánamo a Cuba

Apesar de Obama concordar com fechamento de prisão, país não planeja fechar base naval

30 jan 2015 14h59
| atualizado às 15h13
ver comentários
Publicidade
Obama emitiu uma ordem executiva para fechar a prisão de Guantánamo em 2009, mas até agora isso não entrou em ação
Obama emitiu uma ordem executiva para fechar a prisão de Guantánamo em 2009, mas até agora isso não entrou em ação
Foto: Brennan Linsley/Pool / Reuters

Depois do acordo histórico recente feito entre os Estados Unidos e Cuba, a Casa Branca anunciou nesta quinta-feira que o país não tem planos de devolver a Baía de Guantánamo, a Cuba. O local é significante para a marinha americana e base de uma prisão militar desde 1903. As informações são da Time.

O anúncio vem após o presidente cubano Raúl Castro afirmar nesta quarta-feira que o restabelecimento do controle da baía por Havana é um requisito para normalizar laços com os EUA. “Obama acredita que a prisão de Guantánamo pode ser fechada, mas a base naval não é algo que nós desejamos finalizar”, disse o porta-voz do governo, Josh Earnest.

Fidel Castro quebra o silêncio e diz que não confia nos EUA:

EUA e Cuba retornaram seus laços diplomáticos em dezembro, depois de mais de 50 anos de não reconhecimento. Obama emitiu uma ordem executiva para fechar a prisão de Guantánamo em 2009, mas até agora isso não entrou em ação.

 

 

Alta representante do governo dos EUA passeia por Havana:

 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade