PUBLICIDADE

Atentado em Boston: polícia sitia Watertown em busca de 2º suspeito

Polícia pediu que os moradores de Watertown só abram a porta para a polícia e que o tráfego de veículos seja interrompido na cidade; transporte público na região de Boston também está paralisado

19 abr 2013 07h28
| atualizado às 15h22
ver comentários
Publicidade

A polícia americana emprega uma grande caçada a um dos suspeitos de envolvimento nas explosões que deixaram 3 mortos e cerca de 180 feridos durante a Maratona de Boston, na última segunda-feira, após outro suspeito ser morto em um tiroteio no fim da noite de quinta-feira. A busca pelo foragido está em andamento em Watertown, subúrbio de Boston. Um exército de mais de 9 mil policiais e soldados, apoiados por tanques e helicópteros, vasculha a cidade de Boston e seus arredores em busca do suspeito do atentado da maratona da cidade.

Polícia divulgou nova foto de suspeito, que segue foragido
Polícia divulgou nova foto de suspeito, que segue foragido
Foto: Departamento de Polícia de Boston / Divulgação

O governador do Estado de Massachusetts, Deval Patrick, concedeu entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira em que confimou que a polícia pediu aos moradores de Boston e das cidades próximas Watertown, Cambridge, Waltham, Newton e Belmont que não saiam de casa e abram a porta apenas para a polícia. "Não abram a porta de suas casa para estranhos, a menos que seja um policial", alertou o comissário de Polícia de Boston, Edward Davis, acrescentando que o homem foragido está armado e representa um perigo para a população. Ele ainda não foi identificado. 

A polícia informou que todos os serviços de transporte na Massachusetts Bay Transportation Authority "foram suspensos até novo aviso" em Boston e nas localidades nos arredores, devido à operação de busca do suspeito no atentado. O tráfego de veículos também foi interrompido na região, segundo a polícia. O campus da universidade Massachusetts Institute of Technology (MIT), onde ocorreu um tiroteio na noite de quinta-feira, também está fechado e foi emitida uma ordem para que os funcionários da instituição não compareçam ao trabalho nesta sexta-feira. A maioria das escolas na região de Boston também deve permanecer fechada.

O presidente dos EUA, Barack Obama, foi informado durante a noite por assessor da área de combate ao terrorismo sobre as investigações do ataque em Boston e a caçada a suspeitos, segundo um funcionário da Casa Branca nesta sexta-feira.

Perseguição
Segundo Davis, policiais foram acionados na quinta-feira à noite, após um alerta de que tiros tinham sido ouvidos no campus do Massachusetts Institute of Technology (MIT), em Cambridge, perto de Boston. Ao chegarem ao local, os agentes encontraram um policial ferido por vários tiros, que não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. A polícia conseguiu interceptar um carro com dois suspeitos que seguia em direção a Watertown e deu-se início uma perseguição pelas ruas do distrito.

FBI divulga vídeo de suspeitos por bombas em Boston; veja:

Durante a perseguição, os suspeitos jogaram explosivos e atiraram contra as viaturas. Na troca de tiros, um dos suspeitos foi atingido e morreu. Ele teria sido identificado pelo FBI como sendo o suspeito número 1 no atentado de segunda-feira. Um policial também morreu no tiroteio. Mais tarde, um morador da área disse à polícia que tinha sido sequestrado por dois homens que levaram o seu carro. Depois de meia hora, ele foi solto ileso.

Durante a troca de tiros, o homem identificado pelo FBI como suspeito número dois conseguiu fugir e está sendo procurado pela polícia. Ele acrescentou que o homem tem pele branca e cabelos castanhos encaracolados. Em comunicado, a polícia confirmou que os homens estariam envolvidos na morte do policial no MIT.

Foto: Terra

<a data-cke-saved-href="http://noticias.terra.com.br/mundo/infograficos/explosoes-maratona-boston/iframe.htm" href="http://noticias.terra.com.br/mundo/infograficos/explosoes-maratona-boston/iframe.htm">veja o infográfico</a>

Com informações das agências internacionais

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade