4 eventos ao vivo

Estado Islâmico reivindica atentado contra museu na Tunísia

Vinte turistas estrangeiros morreram no ataque

19 mar 2015
12h40
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O grupo extremista Estado Islâmico (EI, ex-Isis) reivindicou o atentado realizado ontem contra o museu de Bardo, em Túnis, capital da Tunísia. A informação foi dada pela diretora do grupo especializado em monitoramento de terrorismo SITE, Rita Katz, via Twitter.

Vinte turistas estrangeiros morreram no ataque realizado por homens armados contra o Museu do Bardo na capital da Tunísia, Túnis, informou nesta quinta-feira o ministro da Saúde tunisiano, Said Aidi.

Segundo o ministro, 13 vítimas, incluindo três japoneses e dois cidadãos franceses, foram identificadas. Aidi confirmou as mortes de três japoneses, dois espanhóis (um homem e uma mulher), um colombiano, um australiano, um inglês, um belga, dois franceses, um polonês e um italiano.

De acordo com o ministro, um policial tunisiano também morreu no ataque, o que eleva o balanço total a 21 mortos.

Com informações da AFP

Veja também:

Último debate entre Trump e Biden tem tom mais ameno, mas com troca de acusações; veja destaques
Fonte: Agência Ansa
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade