0

Soldados da ONU são feitos reféns na Síria por rebeldes

Prisões ocorreram após confronto entre os extremistas e forças do Exército sírio

28 ago 2014
10h32
atualizado às 11h52
  • separator
  • comentários

Segundo ao canal de notícias Al Arabya, 40 soldados filipinos da ONU foram feitos reféns por milícias ligadas à Al Qaeda, em Golã, na divisa de Israel com a Síria nesta quinta-feira. As prisões ocorreram após confronto entre os extremistas e forças do exército do país. 

As Nações Unidas confirmaram que 43 Capacetes Azuis foram capturados do lado sírio e afirmaram que estão fazendo de tudo para obter sua libertação.

"Quarenta e três Capacetes Azuis da Força de Observadores da Nações Unidas foram detidos hoje cedo por um grupo armado nas proximidades de Al Qunaytirah", afirma um comunicado.

Não foram divulgadas as nacionalidades dos observadores detidos, mas seis países contribuem com homens para esta força: Fiji, Índia, Irlanda, Nepal, Holanda e Filipinas.

As fontes da ONU informaram que observadores desta força já haviam sido detidos duas vezes no ano passado e posteriormente libertados ilesos.

Com informações da ANSA.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade