0

Rebeldes do Estado Islâmico derrubam avião militar na Síria

Avião caiu em cima de uma casa, deixando mortos e feridos em uma mesma família

16 set 2014
07h33
atualizado às 07h34
  • separator
  • comentários

U m caça do exército sírio foi derrubado nesta terça-feira na cidade de Al Raqqah, no nordeste da Síria e reduto do grupo jihadista Estado Islâmico (EI), informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Pessoas carregam destroços que atingiram uma casa na cidade ao norte da Síria
Pessoas carregam destroços que atingiram uma casa na cidade ao norte da Síria
Foto: Stringer / Reuters

"Os combatentes do EI atiraram contra um avião militar sírio, que caiu. Foi a primeira aeronave derrubada desde o início dos ataques do regime sírio contra eles e desde a instauração do califado no fim de junho", afirma uma nota do OSDH.

O avião caiu sobre uma casa da cidade, o que deixou mortos e feridos entre os membros de uma mesma família.

A aviação do regime sírio efetuou hoje pelo menos cinco bombardeios sobre Al Raqqah e seus arredores. Grandes colunas de fumaça se elevam da cidade, a única capital provincial que escapa totalmente do controle do regime sírio de Bashar al Assad.

Também na província de Al Raqqah, milicianos das Unidades de Proteção do Povo Curdo enfrentaram membros do EI ao oeste da cidade de Tel Abiad.

Confrontos similares foram registrados perto da cidade de Tel Hamis, na província vizinha de Al Hasaka, onde morreram pelo menos 14 jihadistas, segundo o Observatório.

Os combatentes curdos conseguiram tomar o controle da aldeia Sharmuj, perto de Tel Hamis, que se soma às 14 recuperadas na região nos últimos três dias.

As Unidades de Proteção do Povo Curdo são uma das milícias que está apresentando a oposição mais dura no território sírio aos avanços do EI, que proclamou um califado em junho no Iraque e na Síria.

Um grupo de 30 países se comprometeu ontem em Paris a apoiar o Iraque na luta contra o EI com todos os meios possíveis, inclusive os militares, mas não mencionaram o caso sírio.

O governo dos Estados Unidos anunciou que poderia atacar as posições do EI na Síria como parte de uma estratégia para destruir o movimento jihadista que controla parte dos territórios sírio e iraquiano.

Com informações da EFE e AFP.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade