PUBLICIDADE

Mundo

Chanceler da Rússia culpa EUA pela queda do helicóptero do presidente do Irã

Serguei Lavrov afirmou que restrições americanas impostas ao país são diretamente responsáveis pela situação da segurança aérea

21 mai 2024 - 11h31
(atualizado às 11h50)
Compartilhar
Exibir comentários
Presidente do Irã, Ebrahim Raisi
Presidente do Irã, Ebrahim Raisi
Foto: Presidência do Irã/WANA/Reuters

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, afirmou nesta terça-feira, 21, que os EUA são culpados pela morte do presidente do Irã, Ebrahim Raisi, que morreu no domingo em um acidente de helicóptero. As informações são da agência de notícias Reuters.

Lavrov declarou que as restrições americanas impostas ao Irã são diretamente responsáveis pela precária situação da segurança da aviação no país. A aeronave que transportava Raisi estava sem peças de reposição há quase 40 anos.

"Ao implementar sanções que incluem a proibição do fornecimento de peças de serviço para produtos de aviação fabricados nos EUA, colocamos a vida das pessoas em risco", disse Lavrov durante uma visita ao Cazaquistão. 

"Os americanos negam isto, mas a verdade é que outros países contra os quais os EUA anunciaram sanções não recebem peças sobressalentes para equipamentos fabricados lá, incluindo de aviação", completou. 

A queda do helicóptero que transportava Raisi no domingo suscitou questionamentos sobre as condições de manutenção da aeronave. Segundo o governo iraniano, o acidente ocorreu devido a falhas técnicas em meio a condições meteorológicas adversas.

O modelo de asas foi fabricado pela empresa Bell, dos Estados Unidos, e há especulações na imprensa local de que a aeronave não recebia peças para manutenção desde 1986.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade