0

Bispo chileno renuncia após comentários sobre a ausência de mulheres na Santa Ceia

14 jun 2019
20h51
  • separator
  • 0
  • comentários

Um bispo auxiliar chileno indicado pelo papa Francisco um mês atrás renunciou nesta sexta-feira, informou a Arquidiocese de Santiago em nota, semanas depois de ele fazer comentários polêmicos sobre a ausência de mulheres na chamada Santa Ceia . 

Papa Francisco
12/06/2019
REUTERS/Remo Casilli
Papa Francisco 12/06/2019 REUTERS/Remo Casilli
Foto: Reuters

O bispo Carlos Eugenio Irarrazaval  foi apontado pelo papa em uma tentativa de reconstruir a credibilidade da Igreja após um escândalo de abusos sexuais que expôs centenas de acusações que agora são investigadas por promotores criminais. 

A Arquidiocese de Santiago não especificou as razões para a saída de Irarrazaval, mas disse que o Papa Francisco havia aceitado a renúncia do bispo "em favor da união e para o bem da Igreja". 

Não foi possível contatar Irarrazaval para ele comentar o assunto. 

A curta passagem do bispo começou com uma entrevista televisionada em maio, na qual ele disse que não havia mulheres sentadas à mesa da Santa Ceia e que "temos que respeitar isso". 

"Jesus Cristo tomou decisões e elas não eram ideológicas... e queremos ser fiéis a Jesus Cristo", disse. 

De acordo com a Bíblia, a Santa Ceia foi a última refeição de Cristo ao lado de seus discípulos antes de sua morte por crucificação, e é retratada em muitas obras de arte. 

Os comentários provocaram uma forte repercussão entre críticos da Igreja e em grupos de direitos das mulheres  em meio a uma onda de queda de popularidade da Igreja Católica por conta de uma série de escândalos sexuais envolvendo sacerdotes católicos no Chile e no mundo. 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade