0

Dois aviões da Air France são desviados por ameaça de bomba

18 nov 2015
06h11
atualizado às 15h36
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A imprensa norte-americana divulgou, na noite desta terça-feira (17), a informação de que dois aviões da Air France foram desviados de sua rota após ameaças de bomba. O voo 65 da companhia francesa, que ia de Los Angeles para Paris, teve a rota alterada para a cidade norte-americana de Salt Lake City, em Utah.

Dois voos da Air France precisaram ser desviados por suspeita de bombas a bordo
Dois voos da Air France precisaram ser desviados por suspeita de bombas a bordo
Foto: Getty Images

Siga Terra Notícias no Twitter

A notícia foi dada primeiramente pela rede de televisão CNN, que não divulgou o nome da fonte do governo do país que teria repassado a informação.

Pouco depois do incidente com o avião que decolou de Los Angeles, segundo a fonte governamental, o voo 55, também da Air France, que saiu do Aeroporto Washington´s Dulles com destino à capital francesa, também foi desviado para o Aeroporto de Halifax, no Canadá. Um alto funcionário do aeroporto confirmou a informação.

Os aviões pousaram em segurança, e os passageiros desembarcaram sem incidentes, segundo as fontes ouvidas pela imprensa.

Alarme falso

Em comunicado oficial enviado nesta quarta-feira, a Air France confirma as ameaças anônimas aos dois voos recebidas por telefone logo após as decolagens e informa também que,  após verificações completas das aeronaves, dos passageiros e das bagagens, ficou confirmado que se tratava de um alarme falso.

A empresa também avisou que as autoridades responsáveis conduzirão uma investigação nos próximos dias para identificar a origem das ligações telefônicas e que já tomou as medidas cabíveis para transportar aos locais de destino os voos que foram desviados. A Air France finaliza afirmando que "deplora o transtorno e o atraso causados a seus clientes e reitera que a prioridade é garantir a segurança dos passageiros".

Agência Brasil Agência Brasil
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade