PUBLICIDADE

Após invasão russa, embaixada do Brasil em Kiev pede aos brasileiros que fujam da Ucrânia se puderem

Em comunicado divulgado na manhã desta quinta-feira (24/2), representação brasileira na Ucrânia orienta que cidadãos se desloquem assim que possível para outros países na porção oeste da Europa

24 fev 2022 - 09h08
(atualizado às 09h28)
Ver comentários
Publicidade
Pessoas carregam malas e outros pertences no metrô de Kiev na manhã de 24 de fevereiro
Pessoas carregam malas e outros pertences no metrô de Kiev na manhã de 24 de fevereiro
Foto: AFP / BBC News Brasil

A embaixada do Brasil em Kiev, capital da Ucrânia, divulgou uma nota na manhã de quinta-feira (24/2) com novas instruções para os cidadãos brasileiros que vivem no país do Leste Europeu, após a invasão da Rússia e o registro de ataques militares em várias localidades.

No texto, os representantes brasileiros dizem que, "após uma série de ataques a alvos militares e estratégicos por todo o país, a situação na maior parte das regiões ucranianas é no momento relativamente estável".

A embaixada ainda recomenda que "brasileiros que possam deslocar-se por meios próprios para outros países ao oeste da Ucrânia o façam tão logo possível, após informarem-se sobre a situação de segurança local".

Anteriormente, a embaixada apenas orientava que fossem evitadas as províncias ucranianas de Donetsk e Luhansk, que tiveram sua independência reconhecida pela Rússia em 21 de fevereiro.

Para aqueles que estão na cidade de Kiev, a recomendação mais atualizada é seguir as diretrizes das autoridades ucranianas. O recado principal é não sair de casa, em razão dos grandes engarrafamentos nas estradas registrados nas últimas horas.

"Os brasileiros que buscam deixar a cidade nesse momento devem contar com grandes dificuldades. Solicita-se aguardar novas instruções da embaixada", informa o texto.

Nas últimas horas, foram registrados engarrafamentos e filas em postos de gasolina na capital Kiev
Nas últimas horas, foram registrados engarrafamentos e filas em postos de gasolina na capital Kiev
Foto: AFP / BBC News Brasil

Já para aqueles indivíduos que estão na porção leste da Ucrânia e não podem viajar por meios próprios ou com segurança, a orientação é ir até Kiev e contatar a embaixada brasileira assim que possível no telefone +380 50 384 5484.

"Solicita-se que o número seja utilizado apenas em caso de necessidade extrema. Orientações à comunidade continuarão a ser transmitidas por Telegram e Facebook", pede a representação brasileira.

Por fim, a embaixada diz que os brasileiros que não puderem deixar o país de modo seguro devem "procurar um local seguro para o momento, longe de bases militares, instalações responsáveis pelo fornecimento de energia e internet".

A BBC News Brasil tentou contato direto com a embaixada do Brasil em Kiev, mas não recebemos respostas até a publicação desta reportagem.

Sabia que a BBC está também no Telegram? Inscreva-se no canal.

BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
Publicidade
Publicidade