2 eventos ao vivo

Evo Morales diz que oferecerá asilo a Snowden se ele pedir

6 jul 2013
12h16
atualizado às 13h22
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Edward Snowden é acusado de espionagem, roubo e uso indevido de propriedade do governo dos EUA</p>
Edward Snowden é acusado de espionagem, roubo e uso indevido de propriedade do governo dos EUA
Foto: AP

O presidente da Bolívia, Evo Morales, afirmou neste sábado que oferecerá asilo ao fugitivo americano Edward Snowden se ele solicitá-lo, em um discurso durante um ato popular em Oruro (sudoeste).

"Como protesto quero dizer aos europeus e aos americanos: agora vamos dar asilo se este norte-americano perseguido por seus compatriotas nos pedir. Não temos nenhum medo", disse o presidente. Além disso, Morales afirmou estar disposto a conceder asilo "por razões humanitárias aos perseguidos politicamente por denunciar espionagem do governo dos Estados Unidos".

O WikiLeaks, que fornece apoio a Snowden, informou que ele solicitou asilo a 27 países. A chancelaria da Bolívia disse não ter recebido um pedido neste sentido.

A oferta de Morales veio depois de dois outros líderes latino-americanos de esquerda - os presidentes da Venezuela, Nicolás Maduro, e da Nicarágua, Daniel Ortega - também terem dito que ajudariam o fugitivo dos EUA, que se acredita estar escondido na zona de trânsito de um aeroporto internacional de Moscou. 

Snowden, um ex-consultor da Agência Nacional de Segurança (NSA) americana, está foragido da justiça de seu país, que o acusa de espionagem por ter vazado à imprensa um programa de vigilância mundial de Washington.

Veja também:

A igreja que conecta fiéis a Deus com a ajuda do álcool
Fonte: Com informações da Reuters AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade