PUBLICIDADE

Mourão fala em fim do "assistencialismo" no Semiárido

Vice-presidente participou de evento sobre metas socioeconômicas e ambientais em Mossoró (RN)

3 dez 2020 16h57
| atualizado às 17h04
ver comentários
Publicidade

"Chegou a hora de o Semiárido deixar de viver de assistencialismo", provocou o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, durante solenidade de abertura do Fórum de Desenvolvimento do Semiárido, que inicia nesta quinta-feira, dia 3, e segue até sábado, dia 5, em Mossoró, no Rio Grande do Norte.

O vice-presidente Hamilton Mourão (PTB) durante Fórum de Desenvolvimento do Semiárido, em Mossoró (RN). 
O vice-presidente Hamilton Mourão (PTB) durante Fórum de Desenvolvimento do Semiárido, em Mossoró (RN).
Foto: Reprodução/Facebook / Estadão Conteúdo

O evento revisa o Plano de Desenvolvimento do Semiárido, com vistas às possibilidades econômicas da região para alcançar metas socioeconômicas, hídricas e ambientais após pandemia da covid-19. A iniciativa é capitaneada pela Frente Parlamentar Mista em Prol do Semiárido, que junta 170 parlamentares.

Questionado sobre as medidas emergências do governo federal para a região, Mourão disse apenas que é preciso avaliar. "A grande tarefa de Bolsonaro será criar as oportunidades e condições para implementar tudo que aqui for discutido", concluiu no discurso.

Além do vice-presidente, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, também marca presença na abertura do Fórum. Ainda devem passar pela programação o ministro Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia), Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) e os embaixadores dos Estados Unidos e de Israel, Todd C. Chapman e Yossi Shelley, respectivamente.

Estadão
Publicidade
Publicidade