0

PCdoB gaúcho retira candidatura para apoiar PT nas eleições 2018

Desistência atende ao acordo entre as duas legendas em nível nacional

6 ago 2018
23h11
  • separator
  • 0
  • comentários

PORTO ALEGRE - O PCdoB anunciou na noite desta segunda-feira, 6, que retirou a candidatura de Abigail Pereira ao governo gaúcho para apoiar o candidato do PT nas eleições 2018, Miguel Rossetto. O gesto segue a decisão tomada no domingo, 5, pelo diretório nacional do PCdoB em apoiar a candidatura à Presidência do PT em vez de lançar a deputada estadual Manuela D'Ávila.

O presidente estadual do PCdoB, Adalberto Frasson, afirmou em diversas oportunidades que a candidatura de Abigail tinha como uma de suas funções garantir um palanque para Manuela no Estado. Com a decisão nacional, o partido no Rio Grande do Sul voltou a conversar com o PT, que fecha sua primeira coligação nessas eleições. O PT e o PCdoB possuíram alianças no Rio Grande do Sul nas últimas seis eleições ao governo.

Em coletiva realizada nesta segunda-feira pelos dois partidos, Frasson discursou sobre "unidade". "O povo está vendo o que estão fazendo com o Brasil e o Rio Grande, e sabem que é possível um outro caminho, e por isso hoje buscamos a unidade de nossas forças para construir esta vitória", disse.

Já o presidente estadual do PT, o deputado federal Pepe Vargas, disse que, bem com a coligação nacional, a aliança local é feita de uma "base programática comum de recuperação do Estado do Rio Grande do Sul para o seu povo".

Agora, Abigail Pereira irá concorrer ao Senado, ao lado do petista Paulo Paim, que tenta a reeleição, repetindo a parceria das eleições de 2010. Os outros dois antigos postulantes ao Senado, Everlei Martins (PCdoB) e Cleonice Back (PT), concorrerão como suplentes.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade