0

Interesse nas eleições aumenta após tragédia, diz pesquisa

Segundo instituto, 78,2% acreditam que comoção com morte de Eduardo Campos pode influenciar na decisão do voto

27 ago 2014
13h01
  • separator
  • comentários

O interesse nas eleições presidenciais aumentou no mês de agosto a morte do candidato do PSB, Eduardo Campos (PSB), em 13 de agosto, segundo dados apresentados pelo Instituto MDA nesta quarta-feira. Em comparação com uma sondagem concluída na véspera do acidente aéreo com o jato Cessna em Santos, o percentual de “muito interessado” subiu de 14,9% para 20,7%, enquanto o número de “nenhum interesse” caiu de 27,4% para 21,6%.

O percentual de entrevistados com “interesse médio” na eleição também oscilou positivamente, passando de 26,5% para 28,5%, enquanto os pouco interessados variaram de 30,9% para 28,9%. A pesquisa divulgada hoje foi realizada entre os dias 21 e 24 de agosto e ouviu 2.002 pessoas.

Embora o crescimento do interesse seja natural com a proximidade das eleições, o impacto da tragédia é traduzido em outro dado. Segundo o Instituto MDA, 78,2% dos entrevistados disseram acreditar que a comoção com a morte de Campos pode influenciar na decisão do voto, enquanto 18,6% disseram que não. Apenas 3,2% não responderam ou não soubera opinar.

Para a opinião de 64,9%, os votos de Campos devem migrar para Marina Silva, enquanto 11,5% acreditam que os eleitores passarão a votar em Dilma Rousseff e 6,7% disseram que Aécio Neves (PSDB) deve abocanhar o eleitorado. 

Fonte: Terra
  • separator
  • comentários
publicidade