0

Presidente estadual do PRP diz que Bolsonaro 'não combina'

Desistência do general da reserva Augusto Heleno para a vaga de vice na chapa foi considerada um revés

18 jul 2018
17h18
atualizado às 17h33
  • separator
  • 19
  • comentários

A presidente estadual do Partido Republicano Progressista (PRP) no Rio de Janeiro, Eliane Cunha, disse nesta quarta-feira (18) que a filosofia do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL-RJ) não combina com a sigla e, por isso, a candidatura do general da reserva Augusto Heleno para a vaga de vice na chapa nas eleições 2018 foi descartada.

A desistência do partido foi considerada um revés para Bolsonaro, na mesma semana em que o senador Magno Malta (PR-ES) rejeitou convite semelhante. Ao Estado, Eliane disse que o partido se sentiu honrado com o convite, mas que a aliança contraria alguns interesses do partido.

Pré-candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, e general da reserva Augusto Heleno durante protestos contra o ex-presidente Lula em Brasília
04/04/2018 REUTERS/Ueslei Marcelino
Pré-candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, e general da reserva Augusto Heleno durante protestos contra o ex-presidente Lula em Brasília 04/04/2018 REUTERS/Ueslei Marcelino
Foto: Reuters

"Nós nos sentimos honrados, ele é um deputado de mandato, mas contraria um pouco alguns interesses nossos regionais. Ainda não tomamos a decisão de quem será o nosso candidato a presidente. Ainda estamos verificando o que mais se adequa à nossa filosofia partidária, ao nosso discurso, mas Bolsonaro não combina, não dá", disse Eliane.

Eliane afirmou que o deputado "vende outra ideologia". "Às vezes não dá para nos alinharmos 100%. Agradecemos muito, mas lamentavelmente não é do nosso interesse essa chapa. Desejamos a maior sorte para ele e para o Brasil e que vença o melhor", disse.

O PSL avalia agora a possibilidade de a advogada Janaína Paschoal, filiada ao partido, ser candidata a vice-presidente na chapa de Bolsonaro. Ela é uma das autoras do pedido do impeachment da presidente cassada Dilma Rousseff e estava cotada para disputar uma vaga na Câmara dos Deputados.

Outra opção, avalia o partido, é lançar o presidente nacional do partido, Gustavo Bebianno.

Veja também:

'Coragem não é ausência de medo' e outras frases famosas de Nelson Mandela
Estadão
  • separator
  • 19
  • comentários
publicidade