PUBLICIDADE

Responsável por aplicar o Enem no Pará vazou a prova, conclui Polícia Federal

Pessoa teria fotografado tema da redação antes do fim do Enem

20 mai 2024 - 09h02
(atualizado às 09h52)
Compartilhar
Exibir comentários
Responsável por aplicar o Enem no Pará vazou a prova, conclui Polícia Federal
Responsável por aplicar o Enem no Pará vazou a prova, conclui Polícia Federal
Foto: Divulgação/Polícia Federal

A Polícia Federal identificou o responsável pelo vazamento da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2023 e encerrou as investigações. Segundo a PF, uma pessoa contratada para aplicar a prova em Belém, no Pará, tirou uma foto da página com o tema da redação antes do fim da prova e encaminhou a uma amiga professora.

A PF informou, em nota, que a divulgação indevida do conteúdo sigiloso de um processo seletivo para ingresso no ensino superior pode gerar pena de prisão de um a quatro anos e multa.

A investigação começou no dia seguinte à aplicação do Enem em 2023, na cidade de Caruaru, em Pernambuco. A polícia descobriu as primeiras publicações da prova feitas antes da divulgação do conteúdo pelo INEP. Depois, foi identificado que a pessoa responsável pelo vazamento tirou uma foto da prova de redação às 13h50 e a enviou para uma professora.

A imagem foi reproduzida na internet e mostra a página 19 do caderno de provas tipo 3, branco. Na foto, é mostrado que o tema de redação de 2023 foi: "Desafios para o enfrentamento da invisibilidade do trabalho de cuidado realizado pela mulher no Brasil”, além das instruções para o candidato.

No dia seguinte à realização da prova, o ministro da Educação, Camilo Santana, descartou o cancelamento da primeira fase do Enem, já que as imagens passaram a circular depois do fechamento dos portões e não causando impactos na realização do exame. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade