MEC e CGU incentivarão ensino de ética e cidadania na escola

28 mar 2018
19h26
atualizado às 19h26
  • separator
  • comentários

O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) e o Ministério da Educação (MEC) lançaram hoje (28) parceria para difundir entre os alunos do ensino fundamental (1º ao 9º ano) das escolas públicas temas de ética e cidadania de forma contínua. A ideia é disseminar valores relacionados à democracia, participação social, responsabilidade cidadã e respeito à diversidade entre estudantes de 6 a 14 anos.

Os ministro Mendonça Filho (Educação) e Wagner Rosário (Transparência) e o desenhista Mauricio de Sousa lançam parceria  para incentivar o ensino de ética e cidadania na rede pública   
Os ministro Mendonça Filho (Educação) e Wagner Rosário (Transparência) e o desenhista Mauricio de Sousa lançam parceria para incentivar o ensino de ética e cidadania na rede pública
Foto: Agência Brasil

A parceria prevê a elaboração de novos conteúdos para ampliar o programa Um Por Todos, Todos Por Um! Pela Ética e Cidadania, alinhado à Base Nacional Comum Curricular. A iniciativa, criada pela CGU em 2008, conta com o apoio do Instituto Mauricio de Sousa e dos personagens da Turma da Mônica.

Segundo a CGU, a primeira etapa da parceria incluirá a produção de material para os anos iniciais do ensino fundamental I (1º ao 5º ano) no país, além da impressão, distribuição e disponibilização em mídias digitais do conteúdo. Este ano, uma revista em quadrinhos será destinada aos estudantes do 2º ano como parte de um projeto piloto. O material, que será acompanhado de um guia para professores, vai trabalhar a questão da alfabetização e incluirá temas de ética e cidadania. A meta é alcançar mais de 100 mil escolas e cerca de 1,5 milhão de alunos ainda este ano, de acordo com a pasta.

Segundo o ministro da Educação, Mendonça Filho, noções de ética e cidadania são formadas durante a infância, e a escola tem papel fundamental nesse processo. "A Base Nacional Comum Curricular estabelece parâmetros curriculares que devem ser seguidos e, neste conteúdo, a gente permeia noções de ética, de respeito ao próximo, à diferença, a construção da cidadania", disse.

A CGU, por meio da Secretaria de Transparência e Prevenção da Corrupção, e o MEC vão monitorar a aplicação das ações desenvolvidas para realizar as melhorias e ampliar a iniciativa às demais séries. "Quando conseguimos inserir noções de cidadania e ética nas pessoas, elas passam a enxergar, além de seu mundo pessoal, que uma sociedade é muito mais do que isso e que suas ações que impactam na sociedade trazem resultados que podem mudar o país", disse o ministro da Transparência, Wagner Rosário.

Para o desenhista Mauricio de Sousa, a parceria une forças para a construção de um Brasil melhor. "É um projeto que tem tudo para dar muito certo e mudar vidas futuras", afirmou.

Agência Brasil Agência Brasil

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade