PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Ministro quer Enem online e mais de uma vez por ano

Cid Gomes, novo ministro à frente da pasta da Educação, disse que encaminhará a proposta à presidente Dilma Rousseff

9 jan 2015 - 08h33
(atualizado às 08h34)
Compartilhar
Exibir comentários
<p>Novo ministro da Educação, Cid Gomes, quer adotar prova online para o Enem</p>
Novo ministro da Educação, Cid Gomes, quer adotar prova online para o Enem
Foto: Elza Fiúza / Agência Brasil

O novo ministro da Educação, Cid Gomes, planeja adotar uma prova online no Enem e aplicar o exame mais de uma vez por ano, de acordo com informações publicadas pela Folha de S. Paulo. Cid Gomes disse que encaminhará a proposta à presidente Dilma Rousseff.

Sua ideia é acabar com a aplicação do Enem num único fim de semana e criar uma janela de dias em que os candidatos poderiam ir a locais credenciados para fazer a prova. O exame deixaria de ser em papel e passaria a ser respondido em terminais de computadores, nos quais as perguntas estariam instaladas. Cada candidato faria uma prova diferente, com escolha aleatória das questões.

O modelo se assemelha ao SAT, uma espécie de Enem dos Estados Unidos, que permite a aplicação de questões distintas simultaneamente.

A aplicação da prova ficaria a cargo de uma rede previamente credenciada e pública. O candidato teria a chance de fazer quantas edições desejasse, cabendo às instituições de ensino indicar quais versões seriam aceitas para o ingresso.

O ministro defende que a primeira aplicação seja gratuito, às custas do governo. Nas demais, o candidato pagaria uma taxa.

A proposta de mais de uma edição do Enem por ano já tinha sido feito em 2009 pelo então ministro da Educação, Fernando Haddad, mas acabou descartada pelo governo federal.

Enem 2014 e Apoio Escolar Terra Apoio Escolar

Prepare-se para os principais vestibulares com a ajuda dos professores mais bem conceituados e tenha a chance de melhorar seu desempenho nas provas. Ainda dá tempo! Matricule-se já e comece a estudar sem sair de casa!

Fonte: Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade