Trecho desconhecido do Muro de Berlim é descoberto

Grupo de moradores e vereador encontram segmento perdido de 20 metros da antiga barreira durante uma caminhada de inspeção em Berlim

13 ago 2018
17h53
atualizado às 18h22
  • separator
  • comentários

Um trecho perdido do antigo Muro de Berlim foi redescoberto por um grupo de cidadãos e um vereador que participavam de uma caminhada de inspeção na região central da capital alemã.

O achado foi revelado nesta segunda-feira (13), justamente na data que marca o 57° aniversário da construção do muro pelo governo comunista da antiga Alemanha Oriental.

Trecho estava parcialmente encoberto em terreno perto da sede do Serviço Federal de Inteligência da Alemanha (BND).
Trecho estava parcialmente encoberto em terreno perto da sede do Serviço Federal de Inteligência da Alemanha (BND).
Foto: DW / Deutsche Welle

Segundo o vereador Ephraim Gothe, a seção não mapeada tem 20 metros e estava parcialmente obscurecida pela vegetação. "Fiquei surpreso que partes ainda não descobertas ainda existam", disse Gothe.

O vereador e os cidadãos estavam inspecionando um trecho de terrenos baldios onde a prefeitura planeja construir um pequeno parque linear quando toparam a estrutura, perto da sede do Serviço Federal de Inteligência da Alemanha (BND).

A fundação responsável pelos memoriais do Muro de Berlim confirmou que a estrutura redescoberta fazia mesmo parte da antiga estrutura que dividia a capital. O trecho, no entanto, não é uma seção do muro principal, mas uma estrutura intermediária que era usada como proteção adicional para a barreira central.

"Há sempre novas seções menores escondidas em algum lugar da cidade", disse Gesine Beutin, uma representante da fundação à DW.

Embora todos os principais segmentos do muro tenham sido mapeados no início dos anos 2000, ainda é possível que algumas partes dele tenham sido negligenciadas, afirmou Beutin. O muro de 155 quilômetros que cercava Berlim Ocidental incluía vários tipos de barreiras, e não apenas a famosa parede de concreto armado coberta por grafites. "Na divida com o estado de Brandemburgo, havia fortificações com cercas e arame farpado", disse Beutin.

Memória

Na segunda-feira, o prefeito de Berlim, Michael Mueller, colocou uma coroa de flores no Memorial Central do Muro de Berlim.

O muro começou a ser construído pelas autoridades da Alemanha Oriental em 13 de agosto de 1961. No início, a barreira consistia basicamente em uma cerca de arame farpado. O objetivo era impedir a fuga de alemães orientais para o oeste. Até esta data, a Alemanha Oriental já havia perdido um sexto de sua população.

Aos poucos, o arame foi sendo trocado por blocos de concreto e abriu espaço para a chamada "faixa da morte", que era composta por diversas barreiras de muros, cercas e torres de observação.

Nos 28 anos, 2 meses e 26 dias em que dividiu a cidade, o Muro foi constantemente aperfeiçoado. Pelo menos 140 pessoas foram mortas tentando atravessar para o outro lado.

Veja também:

 

Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade