Evento de tecnologia e educação chega ao Brasil pela primeira vez

O evento acontece anualmente em Londres, reunindo mais de 35 mil pessoas entre professores, líderes e autoridades do setor

28 out 2013
14h53
atualizado em 30/10/2013 às 10h34
  • separator
  • 0
  • comentários

A integração da tecnologia às escolas é cada vez mais uma realidade próxima, e os desafios que essa adaptação impõe são pauta nos debates sobre educação. Há três décadas, a Bett se propõe a discutir essa associação entre tecnologia e educação. O evento acontece anualmente em Londres, reunindo mais de 35 mil pessoas entre professores, líderes e autoridades do setor. Neste ano, a primeira versão internacional do evento chega ao Brasil. A Bett América Latina Cúpula de Liderança acontecerá nos dias 31 de outubro e 1º de novembro, no World Trade Center em São Paulo.

O desenvolvimento profissional e o treinamento do professor, a integração da tecnologia e a utilização das plataformas online serão os principais temas dos debates e oficinas. A gerente de marketing do evento, Bruna Mesquita, diz que a edição brasileira do evento será em um formato diferente, apostando em conferências. Para 2014, uma feira maior está programada. Ainda que menor, o evento deste ano traz palestrantes de Finlândia, Uruguai, Coreia do Sul, França, Estados Unidos, México e outros quinze países. No público, estarão representantes dos ministérios da Educação, Ciência e Tecnologia, secretários de Educação, reitores, vice-reitores, professores e diretores.

Um dos maiores destaques do evento é Krista Kiuru, ministra da Educação e Ciência da Finlândia, país número um em educação, segundo o Pisa (sigla em inglês para Programa Internacional de Avaliação de Alunos). Também estarão palestrando Richard Culatta, diretor do escritório de Tecnologia Educacional do Departamento de Educação dos Estados Unidos, e o superintendente da Secretaria de Educação da Província de Gyeonggi, na Coreia do Sul, Sang Kon Kim.

Secretária do Rio estará presente

A secretária municipal de Educação do Rio de Janeiro, Claudia Costin, estará tanto neste evento quanto no da Inglaterra. Segundo ela, o fato de o Brasil ser a sexta economia do mundo destoa da sua posição no ranking do Pisa, em que o país ocupa uma das últimas colocações. “Nós temos melhorado, mas não na velocidade devida. A gente não tem uma metodologia, um currículo claro, que fixe o que se deve ensinar”, diz. Segundo ela, há uma visão distorcida da autonomia do professor, que esquece que a aquisição do conhecimento é sequencial e acaba por colocar o próprio livro didático como plano de aula, sem que existam diretrizes. “São coisas óbvias, mas o Brasil errou em coisas óbvias”, afirma.

Ainda assim, Claudia diz ver pontos positivos na educação brasileira. A ampliação do acesso ao ensino fundamental, o aumento da duração dessa etapa para nove anos e a existência de um piso salarial dos professores são, segundo ela, fatores importantes. “Mas isso ainda não se traduziu em melhoria na qualidade da educação”, ressalta.

Mesmo que os salários da capital fluminense sejam os mais altos do país na rede municipal (veja aqui quanto ganha um professor no Brasil), os professores se mostram descontentes com os valores e estão em greve desde 8 de agosto, reivindicando reajuste salarial, melhores condições de trabalho e a garantia de um terço da jornada para atividades extraclasse (como correção de provas e elaboração de trabalhos).

Educopédia

A secretária diz que uma evolução importante na educação do Rio de Janeiro foi a criação de um currículo universal claro, com material pedagógico de suporte. O uso de um portal digital para as aulas foi outro avanço. Segundo ela, 76% dos professores usam a Educopédia em mais de 200 municípios. A iniciativa, surgida em 2011, é um apoio ao professor, através de uma plataforma virtual que disponibiliza planos de ensino, jogos e vídeos. Claudia Costin salienta que não basta informatizar as escolas, é preciso pensar em um conteúdo que auxilie o docente.

Cartola - Agência de Conteúdo - Especial para o Terra Cartola - Agência de Conteúdo - Especial para o Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade