PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Enem 2024: saiba os principais temas de história do Brasil

Veja dicas de estudo sobre a história contemporânea do Brasil

5 abr 2024 - 10h36
(atualizado em 9/4/2024 às 10h57)
Compartilhar
Exibir comentários

A história do Brasil é um tema recorrente nas provas do Enem. É preciso saber interpretar os acontecimentos históricos e como eles se relacionam entre si, para ter um bom desempenho no exame.  

Mas, sem as estratégias e o apoio necessário, está não é uma tarefa fácil de ser cumprida. Pensando em te ajudar neste processo, conversamos com Luiz Carlos, Consultor Pedagógico da SAS plataforma de Educação. Veja o que descobrimos sobre!

Luiz Carlos - Consultor pedagógico da plataforma SAS educação
Luiz Carlos - Consultor pedagógico da plataforma SAS educação
Foto: Brasil Escola

Como estudar história para o Enem 2024?

Questionamos o educador sobre a maneira de se preparar para a prova de história do Enem. Luiz nos respondeu que, do ponto de vista teórico, é essencial que os alunos compreendam a divisão histórica clássica do Ocidente. Ou seja, a separação entre Idade Antiga, Idade Média, Idade Moderna e Idade Contemporânea, veja quais os eventos que marcam a transição destas fases:

  • Idade Antiga: Desde a invenção da escrita (3.500 a.c) até o fim do Império Romano Ocidental (476 d.c)
  • Idade Média: Da queda do Império Romano Ocidental (476 d.c) até a expansão marítima da Europa (1453 d.c)
  • Idade Moderna: Da expansão marítima (1453 a.c) até a Revolução Francesa (1789 a.c)
  • Idade Contemporânea: Da Revolução Francesa (1789) até os dias atuais.

Para a resolução prática de exercícios, o professor os aconselhou a realização de provas antigas do Enem. Principalmente, para se entender a dinâmica do exame e melhorar a gestão do tempo. Luiz também nos disse que a resolução de uma questão de humanas não deve passar de três minutos. 

Em relação às fontes alternativas para aprender história, o professor recomenda que os alunos prestem atenção na confiabilidade das informações, ele diz para sempre verificar se há interesses políticos por trás da publicação. Além disso, ele recomenda que seja dada prioridade aos livros didáticos.

Brasil contemporâneo no Enem: o que estudar?

A história contemporânea do Brasil é repleta de reviravoltas, golpes, conchavos políticos e acontecimentos marcantes. Estas características da história nacional podem ser cobradas na prova do Enem, para te ajudar a compreender mais deste universo, conversamos com Luiz Carlos sobre alguns acontecimentos específicos e interessantes da história do Brasil, veja!.

Período Vargas no Enem 

A Era Vargas começa quando Getúlio Vargas toma o poder em 1930, após perder as eleições para Washington Luís, e se estende até 1945, quando Getúlio perde o poder e novas eleições são instituídas.

Getúlio Vargas. Wikicommons
Getúlio Vargas. Wikicommons
Foto: Brasil Escola

Um dos eventos marcantes desse período é o Plano Cohen. O professor nos explica que foi uma estratégia que consistia em simular uma suposta ameaça de tomada de poder pelos comunistas, causando medo nas Instituições Federais e na sociedade em geral, usado por Vargas para dar início ao seu projeto golpista que culminou na implantação do Estado Novo, em 10 novembro de 1937.

Luiz nos diz que para o Enem, é importante compreender que o Plano Cohen traz à compreensão as intenções de Vargas, no sentido de reforçar seu Poder e de aproveitar o contexto da Segunda Guerra Mundial para um projeto político ditatorial, afastando as possibilidades democráticas.

Redemocratização no Enem

Com a queda de Vargas e seu posterior suicídio, em 1954, novos nomes ganharam força na política brasileira. Nesse contexto de redemocratização, aparece o nome Juscelino Kubitschek (JK). Eleito presidente em 1956, tinha uma política voltada para a modernização do país e trouxe a capital para o centro do país, a fim de intensificar a integração nacional.

Juscelino Kubitschek.
Juscelino Kubitschek.
Foto: Agência Brasília / Brasil Escola

Perguntamos ao professor as principais características do governo JK para o Enem, ele respondeu:

JK traz para o cenário nacional a ideia de modernização, de renovação frente ao mundo que buscava uma nova chance depois da Segunda Guerra Mundial. Assim, trouxe para seu plano de governo metas ousadas, dentre elas, a construção de Brasília. Eleito democraticamente, JK era a esperança e, ao mesmo tempo, a expectativa de mudança e modernização de um país que, ainda na segunda metade do século XX, era basicamente agrário.

Ditadura no Enem

Outro período bastante cobrado no Enem e demais vestibulares é a Ditadura Militar. Um aspecto chave e muito comentado, desta época, é o evento chamado de "Milagre Econômico".

Manifestação Estudantil na época da Ditadura.
Manifestação Estudantil na época da Ditadura.
Foto: Fundo Correio da Manhã / Brasil Escola

O professor nos explica que foi uma estratégia econômica marcada por obras faraônicas, como a usina de Itaipu e a Ponte Rio-Niterói, e pelo endividamento externo. Gerou alta empregabilidade e aquecimento econômico, entretanto, o resultado final foi o aumento da desigualdade, o retorno do desemprego e a hiperinflação. Inclusive, segundo Luiz, a dívida externa brasileira quadruplicou em menos de cinco anos. 

Brasil Escola
Compartilhar
Publicidade
Publicidade