PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Cronograma de estudos para o Enem 2024: veja dicas de estudo

Confira dicas de estudo e como montar seu cronograma para o Enem 2024

7 mar 2024 - 07h56
(atualizado às 22h28)
Compartilhar
Exibir comentários

Estabelecer um cronograma para o Enem não é uma tarefa simples. Pois, além de ser uma prova extensa, ela possui uma relevância que traz certa ansiedade nos candidatos. 

Por isso, é necessário um planejamento bem estabelecido para ser seguido. A fim de te ajudar a desenvolver este cronograma de estudos para o Enem 2024, conversamos com os coordenadores Sandro Vimer, do Poliedro Curso e com Madson Molina, do Curso Anglo.

Confira o que descobrimos nestas conversas!

O que estudar para o Enem 2024?

Primeiro, é necessário estabelecer as suas prioridades. Porque a depender do curso e universidade de sua escolha, os pesos das provas são diferentes.

Além de considerar isso, é necessário reconhecer quais matérias você tem mais dificuldade e quais você tem facilidade. Segundo os coordenadores, é inteligente que, no começo deste ano, você priorize os tópicos que você enfrenta mais problemas em entender. Então, estabeleça as suas cargas horárias de acordo com seus objetivos e desafios a serem encontrados.

Outro aspecto importante é conhecer bem a prova do Enem, saber quais são os assuntos preferidos do exame e quais ficam de lado na maior parte das edições. 

Assuntos mais cobrado no Enem

Confira um levantamento do Brasil Escola que lista os assuntos mais cobrados do Enem de 2009 a 2022:

Matemática

  1. Geometria | 22,1% - 288 questões

  2. Escala, razão e proporção | 13,9% - 182 questões

  3. Aritmética | 11,6% - 151 questões

  4. Gráfico e tabelas | 9,2% - 120 questões

  5. Funções | 8,9% - 116 questões 

História

  1. Idade Contemporânea | 15,5% - 65 questões

  2. Brasil Colônia | 13,1% - 55 questões

  3. Brasil Império | 11,9% - 50 questões

  4. História Política | 10,5% - 44 questões

  5. Patrimônio histórico-cultural e memória | 9,3% - 39 questões

Geografia

  1. Geografia Agrária | 17,5% - 86 questões

  2. Meio ambiente | 17,1% - 84 questões

  3. Questões econômicas e globalização | 11,8% - 58 questões

  4. Geografia Física | 11,2% - 55 questões

  5. Geografia Urbana | 10,2% - 50 questões

Filosofia

  1. Ética e justiça | 18,6% - 34 questões

  2. Filosofia Antiga | 16,4% - 30 questões

  3. Filosofia Contemporânea | 12,6% - 23 questões

  4. Natureza do conhecimento | 12% - 22 questões

  5. Filosofia Moderna | 10,4% - 19 questões

Sociologia

  1. Mundo do trabalho | 23% - 43 questões

  2. Cultura e indústria cultural | 11,2% - 21 questões

  3. Meios de comunicação, tecnologia e cultura de massa | 11,2% - 21 questões

  4. Movimentos sociais | 10,7% - 20 questões

  5. Desigualdades sociais | 10,2% - 19 questões

Física

  1. Mecânica | 30% - 117 questões

  2. Eletricidade e energia | 28,7% - 112 questões

  3. Ondulatória | 16,7% - 65 questões

  4. Termologia | 16,2% - 63 questões

  5. Óptica | 8,5% - 33 questões

Química

  1. Físico-Química | 28,6% - 140 questões

  2. Química Geral | 27,2% - 133 questões

  3. Química Orgânica | 19% - 93 questões

  4. Meio ambiente | 10,6% - 52 questões

  5. Energia | 5,9% - 29 questões

Biologia

  1. Humanidade e ambiente | 14,6% - 68 questões

  2. Histologia e Fisiologia | 11,8% - 55 questões

  3. Citologia | 10,5% - 49 questões

  4. Fundamentos da Ecologia | 9,2% - 43 questões

  5. Biotecnologia | 7,7% - 36 questões

Língua Portuguesa

  1. Leitura e interpretação de texto | 33,6% - 393 questões

  2. Estrutura textual e análise de discurso | 16,2% - 189 questões

  3. Leitura e arte | 11% - 129 questões

  4. Gênero textual | 9,2% - 108 questões

  5. Literatura | 8,5% - 99 questões

Inglês

  1. Leitura e interpretação de texto | 51,1% - 69 questões

  2. Domínio Lexical | 12,6% - 17 questões

  3. Análise e interpretação de poemas e canções | 11,1% - 15 questões

  4. Leitura e interpretação de cartuns, tirinhas e charges | 10,4% - 14 questões

  5. Identificação da função do texto | 8,1% - 11 questões

Espanhol

  1. Leitura e interpretação de texto | 49,6% - 67 questões 

  2. Semântica e domínio lexical | 15,6% - 21 questões 

  3. Identificação da função do texto | 8,1% - 11 questões

  4. Análise e interpretação de poemas e canções | 7,4% - 10 questões

  5. Análise de texto literário em prosa | 5,9% - 8 questões

Qual a melhor ordem para estudar para o Enem?

Para definir a ordem de seus estudos no Enem, é interessante pensar estratégias que te permitam abranger todas as matérias exigidas. Segundo o coordenador Sandro, é bom distribuir seu tempo por disciplina, deixando 1h30 para matérias que você tenha dificuldade e 1h para as que possui mais facilidade.

Sandro Vimer, coordenador do Poliedro
Sandro Vimer, coordenador do Poliedro
Foto: Brasil Escola

Ele também recomenda estabelecer intervalos de 10 minutos entre cada período e evitar dedicar dias inteiros para uma só área do conhecimento. Ou seja, intercale seus estudos entre exatas, ciências da natureza, humanas e linguagens.

Ambos coordenadores, ressaltam a relevância de se fazer exercícios que sejam parecidos com o Enem. Molina ainda afirma que as condições da prova devem ser simuladas o mais próximo possível da realidade, fazendo simulados no mesmo tempo da prova e em dois dias seguidos. 

Madson Molina, coordenador do Curso Anglo
Madson Molina, coordenador do Curso Anglo
Foto: Brasil Escola

As dicas do Sandro para a resolução de exercícios são:

  • Treinar a gestão de tempo para realizar as questões. Lembre-se: são 90 questões em cada dia de prova (além da Redação no 1º dia), o que demanda uma boa organização para realizar todos os exercícios;

  • Além do treino de resolução, é importante treinar o preenchimento da folha de respostas, para evitar erros - e esse é um momento muito delicado da prova que não pode ser deixado para o último segundo;

  • Tempo de resolução, preenchimento da folha de respostas precisa ser trabalhado com o treino da leitura das questões para identificar aquelas que forem fáceis, as intermediárias e as difíceis. Durante os estudos, utilize um sistema de cores para fazer a distinção entre as questões.

Por fim, o coordenador Sandro ressalta a relevância de cuidar da saúde mental, além de estudar. Ele disse:

Lembre-se, então, de adicionar em seu planejamento momentos para atividade física - desde caminhadas leves até outras modalidades de maior gasto energético. 

Para a saúde emocional, procure por técnicas de respiração que podem ajudar com a atenção e com o manejo da ansiedade. Afinal, o bom desempenho na prova não é apenas resultado de conhecer todos os conteúdos e acertar todas as contas.

Cronograma de estudos para o Enem 2024

O coordenador, Sandro Vimer, montou uma proposta de cronograma para você utilizar como referência. Lembre-se, não é um cronograma para ser seguido a risca, mas, sim, uma proposta que deve ser adaptada a sua realidade.

Veja como o coordenador organizou os horários:

Proposta de cronograma de estudos para o Enem 2024
Proposta de cronograma de estudos para o Enem 2024
Foto: Brasil Escola
Brasil Escola
Compartilhar
Publicidade
Publicidade