PUBLICIDADE

5 tendências pedagógicas para ficar de olho em 2024

Tecnologia, inovação e flexibilidade estão entre as principais novidades e desafios da educação no próximo ano

28 nov 2023 - 11h01
Compartilhar
Exibir comentários

O ano letivo de 2023 está acabando e, com isso, é hora de reavaliar se as estratégias traçadas para este período alcançaram o seu objetivo. E mais, traçar novos planos de aprendizagem para 2024, visando as modificações no ensino motivadas pela tecnologia e inovação que, segundo Christine Lourenço, diretora pedagógica do Grupo Salta Educação (escola de educação básica brasileira), serão a base para as tendências pedagógicas no próximo ano.

Tecnologia e inovação estarão entre os destaques no ensino em 2024
Tecnologia e inovação estarão entre os destaques no ensino em 2024
Foto: Monkey Business Images | Shutterstock / Portal EdiCase

"A (re)configuração do Novo Ensino Médio e a integração de tecnologias inovadoras sinalizam uma transformação profunda na forma como concebemos e implementamos a educação, preparando os alunos para um futuro cada vez mais complexo e dinâmico", afirma a especialista, que destaca os 5 temas que serão destaque no sistema de ensino no próximo ano. Confira!

1. Análise de dados

Uma das tendências que deve crescer em 2024 é a personalização do ensino, impulsionada pela análise de dados. Instituições educacionais estão utilizando tecnologias de Inteligência Artificial (IA) para avaliar o desempenho individual dos alunos. Essa abordagem permite adaptar o conteúdo de ensino de acordo com as necessidades específicas de cada estudante, proporcionando uma aprendizagem mais eficaz e personalizada.

2. Formação integral

A formação integral dos alunos ganha destaque no próximo ano, indo além do desenvolvimento acadêmico. As escolas estão cada vez mais comprometidas em cultivar habilidades socioemocionais, éticas e cidadãs. O foco não se limita apenas à transmissão de conhecimentos, mas também à preparação dos estudantes para enfrentar desafios do mundo real, promovendo uma educação mais abrangente e holística.

Ensino híbrido poderá trazer mais flexibilidade para os educadores e estudantes
Ensino híbrido poderá trazer mais flexibilidade para os educadores e estudantes
Foto: Bongkarn Graphic | Shutterstock / Portal EdiCase

3. Modelo híbrido

A pandemia acelerou a adoção de modelos híbridos, combinando o ensino presencial e online. Em 2024, espera-se uma consolidação desses modelos, proporcionando flexibilidade aos alunos e educadores. As instituições estão buscando estratégias que permitam a integração eficiente dessas modalidades, visando oferecer experiências de aprendizagem mais dinâmicas e adaptáveis.

4. Reconfiguração do novo ensino médio

A reconfiguração do Novo Ensino Médio emerge como um desafio crucial para 2024. Christine Lourenço destaca a importância das iminentes orientações mais precisas sobre a organização curricular dos itinerários formativos e do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Essa reconfiguração visa alinhar o currículo às demandas contemporâneas, preparando os alunos de maneira mais eficaz para os desafios do ensino superior e do mercado de trabalho.

5. Inteligência Artificial (IA)

A inteligência artificial permeia não apenas a sala de aula, mas também a gestão educacional. Sistemas baseados em IA auxiliam na otimização de processos administrativos, proporcionando uma gestão mais eficiente e transparente. Além disso, esse tipo de tecnologia continua a desempenhar um papel crucial na personalização do ensino, adaptando-se às necessidades individuais dos alunos.

Por Luiza Oliveira Azevedo

Portal EdiCase
Compartilhar
Publicidade
Publicidade