0

Você sabia que a qualidade do seu sono é afetada pelo tipo de colchão e travesseiro que escolheu?

Especialista alerta para os principais problemas na hora de dormir e destaca pontos importantes para que a pessoa tenha um sono revigorante

13 abr 2018
23h01
  • separator
  • comentários

Dormir é a melhor forma para recuperar o corpo do estresse diário que passamos. O sono é considerado ponto vital para o organismo e tem total influência na nossa qualidade de vida, sendo o grande responsável na reposição de energias do organismo.

Foto: DINO

Mas o pior disso tudo, é que a maioria das pessoas pouco se importam com a saúde do sono e não se atentam que o estresse diário, o cansaço, a falta de memória pode estar sendo causada pela insônia.

Dr. Rogério Vidal de Lima, especialista em coluna pelo Hospital das Clínicas de São Paulo, chama atenção para hábitos comuns, que podem ser ajustados e que melhorariam consideravelmente a saúde do sono das pessoas.

"A realidade das pessoas hoje é a de estarem conectadas aos equipamentos eletrônicos até ao deitarem e isso é um veneno para quem quer dormir bem. O ideal é preparar o ambiente, apagando as luzes, desligando a TV, e evitando o uso de celulares, tablets, etc. O ambiente para um bom sono precisa ser escuro e silencioso", comenta o doutor.

Outro problema sério e que pode atrapalhar o sono é a qualidade do colchão e do travesseiro, que além de influenciarem no "desligamento" do organismo, causam problemas na coluna, como explica o ortopedista.

"Se você acorda com dores pelo corpo, no pescoço e nas costas, algo está muito errado na sua maneira de deitar. É preciso avaliar o seu travesseiro e colchão. E a pior parte de sentir dores durante o descanso é que as pessoas assumem posturas inadequadas para aliviar a dor e acabam comprometendo outras partes do corpo. Vira praticamente um círculo vicioso, que é agravado a cada dia, e as dores tendem a piorar".

Ele diz também que para escolher o colchão ideal é necessário que a pessoa deite nele antes de comprar, já que os materiais variam e há uma diferença entre eles.

"O importante é que o colchão seja bem firme, mas macio. O de mola é o mais recomendado porque tem uma boa durabilidade e um preço razoável. Se for muito mole sua coluna fica torta e com certeza vai gerar dores e se for muito rígido, a sua musculatura ficará cansada, podendo atacar o quadril, ombros e as juntas. Por isso é importante que a pessoa deite em todos os colchões da loja, até achar o ideal".

Dr. Rogério Vidal afirma ainda que trocar o colchão e o travesseiro pode ser uma boa alternativa para acabar com as dores e desconfortos durante o sono.

"É preciso que as pessoas saibam que o colchão e o travesseiro tem validade e se sua vida útil estiver vencida pode gerar problemas tanto no sono, como em partes do corpo. Por exemplo, se o seu colchão, quando você acorda, estiver formando uma depressão na superfície é o momento de comprar um novo".

O ortopedista dá algumas dicas para que a pessoa consiga melhorar a qualidade do sono:

- Desligue os equipamentos eletrônicos antes de deitar;

- Prepare o ambiente para relaxar, opte por um lugar escuro e silencioso;

- Fique atento a validade do seu colchão e travesseiro, pois produtos com a validade vencida podem causar dores e desconforto;

- Escolha um colchão firme e macio;

- Seu colchão dura em média dois anos (os de espuma) até dez anos (látex, mola e visco-elástico), se passou desse período, compre um novo;

- O travesseiro também precisa ser macio para que a cabeça repouse bem. A altura do travesseiro também é importante;

- O travesseiro dura no máximo cinco anos, mas se ele perdeu a firmeza e o seu pescoço cai em contato com ele, chegou a hora de trocar;

- A posição na cama é muito importante e dormir de lado é o mais recomendado;

- Se você dorme de lado, use um travesseiro para a cabeça e outro que fique entre os joelhos semiflexionados;

- Se você dorme de bruços, use um travesseiro baixo para apoiar a cabeça e outro para ficar embaixo do abdómen, próximo à altura da curvatura da cintura;

- Se você dorme de barriga para cima, use um travesseiro baixo e médio para apoiar a cabeça e outro embaixo dos joelhos;

Dr. Rogério Vidal de Lima - Ortopedista www.rogeriovidal.com.br

Dr. Rogério Vidal de Lima é especialista em Coluna pelo Hospital das Clínicas - SP, membro da SBOT - Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, membro da Sociedade Brasileira de Patologias da Coluna e ainda da International Affiliate Membership of AAOS - American Academy of Orthopaedic Surgeons.

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade