1 evento ao vivo

Transplante robótico capilar: novas tecnologias permitem tratamento mais preciso da calvície

9 dez 2019
10h43
atualizado às 15h57
  • separator
  • 0
  • comentários

A calvície se caracteriza pela perda gradual e progressiva de cabelos. É uma condição que afeta principalmente os homens, mas também pode ocorrer em mulheres. Além do efeito aos fios, causa forte impacto psicológico, afinal atinge diretamente a autoestima da pessoa.

Foto: DINO / DINO

Felizmente, o tratamento da calvície tem evoluído consideravelmente nos últimos anos. O desenvolvimento de novas tecnologias possibilita, hoje, resultados mais precisos e naturais. Dentre as novidades, o transplante robótico capilar ARTAS.

Trata-se de um mecanismo desenvolvido para auxiliar o cirurgião na execução da FUE, técnica consagrada que extrai fio a fio de uma região mais cheia do cabelo e transfere para a área onde ocorreu perda dos fios.

Com ajuda de um robô, é possível realizar movimentos mais precisos, difíceis e repetitivos, melhorando os resultados.

Ao agir diretamente na escolha dos folículos capilares que contém de um a seis fios, a partir do escaneamento do couro cabeludo, o robô não apenas reduz o tempo de cirurgia como também apresenta uma perda quase desprezível de folículos no processo de retirada: cerca de 3% do total.

Outro ponto positivo é que o transplante robótico capilar não deixa aquela cicatriz linear na região posterior da cabeça.

Tecnologia ARTAS chega à cidade de São Paulo

O transplante robótico capilar ARTAS pode ser realizado de forma exclusiva na cidade de São Paulo na EVERIN, novo Centro de Transplante Capilar da capital paulista, onde foi realizada a primeira cirurgia de transplante robótico no município na primeira semana de dezembro.

O procedimento é acompanhado por uma equipe cirúrgica composta por três cirurgiões plásticos que estão presentes cada fase do tratamento.



Website: http://www.roboartas.com

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade