2 eventos ao vivo

Título de capitalização, investimento ou apenas loterias?

Apesar de ser oferecido pela maioria dos bancos como um investimento, os títulos de capitalização não devem ser encarados como um.

16 mai 2018
11h43
atualizado às 12h40
  • separator
  • comentários

Em 2016, os títulos de capitalização nas modalidades tradicional, incentivo e popular distribuíram R$ 1,1 bilhão em prêmios, informou a Fenacap (Federação Nacional de Capitalização).

Foto: DINO

No mesmo período, os resgates antecipados, feitos antes do final do prazo do plano, cresceram 14,5%, totalizando R$ 19 bilhões, enquanto as provisões técnicas (valores acumulados pelos clientes e resgatados ao final do prazo) subiram para R$ 29 bilhões.

Título de capitalização: o que é?

Quando se fala em título de capitalização, a primeira coisa que vem à cabeça da maioria das pessoas é a Tele Sena , talvez porque seja vendido pelo lendário apresentador Silvio Santos.

Títulos de capitalização, na verdade, muitos espalhados por aí, são produtos oferecidos por bancos e casas lotéricas, onde o valor investido pelos clientes são remunerados a uma determinada taxa, fixada pelas instituições, onde uma parte do valor aplicado se destina ao pagamento de prêmios, sorteados mensalmente.

Esses produtos são regulados pela Susep (Superintendência de Seguros Privados), que pode impedir a comercialização de um produto, caso sejam identificados possíveis prejuízos aos clientes que adquiram o título.

Como funciona

Os títulos de capitalização premiam os poupadores com sorteios mensais. Esses sorteios utilizam 20% do total aplicado logo quando o produto é adquirido. Esse percentual pode tornar o título menos rentável do que a poupança, caso o cliente não seja contemplado nos primeiros meses de investimento.

Na hora da aquisição, o interessado pode fazer pagamentos mensais ou um único pagamento. A vigência do título de capitalização é informada no ato da compra. As aplicações são feitas de acordo com as datas informadas no produto.

Alguns títulos de capitalização, por exemplo, podem ter prazo de vigência de 12 meses e prazo de pagamento de nove meses, enquanto outros são de pagamento único e possuem vigência de 12, 24 ou 36 meses.
Como é feito o resgate de um título de capitalização

Ao contrário de outros produtos, o título de capitalização oferece tanta liquidez na hora do resgate, pois uma boa parte do capital aplicado é utilizado para custear despesas administrativas e despesas com prêmios dos sorteios.

Além disso, alguns títulos possuem um prazo em que o capital aplicado está indisponível aos titulares, o chamado período de carência. Em geral, esse prazo é de 12 meses. Os títulos de capitalização oferecem ainda uma opção de resgate parcial.

Nessa modalidade, os clientes resgatam parte do dinheiro aplicado. Nesse caso, uma multa é aplicada. O valor é limitado a 10% do capital constituído. Em muitos casos pode acontecer ainda de o cliente receber um valor menor do que foi aplicado, mesmo com a correção da Taxa Referencial, a TR.

Como é a remuneração de um título de capitalização

O valor aplicado nesse tipo de investimento é remunerado com base na TR. Essa taxa tem remuneração média de 2% ao ano, percentual inferior ao aplicado pelo IPCA, a inflação oficial, que foi de pouco mais de 5% em 2017.

Atrasos nos pagamentos dos títulos de capitalização

Quando o poupador atrasa um ou mais pagamentos, alguns títulos de capitalização cobram multa sobre os valores, enquanto outros apenas prorrogam o prazo de vigência da aplicação.
Por outro lado, se os pagamentos forem interrompidos por meses consecutivos, o título será cancelado. Nesse caso, o cliente terá o direito de possuir o capital formado, mas aqui será necessário esperar o término do período de carência.

Vantagens dos títulos de capitalização

Um ponto positivo dos títulos de capitalização é sua utilização como garantia de fiança em contratos de aluguel.
Esses títulos podem ser utilizados como garantia, em substituição ao fiador ou ao seguro fiança. Para aqueles que não possuem um fiador, fazer um título de capitalização é mais vantajoso e até mesmo mais barato,
inclusive do que realizar o pagamento de um seguro fiança.

Título de capitalização: vale ou não a pena?

Um dos grandes chamarizes dos títulos de capitalização são os sorteios de prêmios. Entretanto, antes de fechar a compra, o cliente pode consultar outras formas de investimento, já que o título não é exatamente um investimento e muito menos uma loteria.

Outro argumento utilizado na venda desses ativos é caracterizá-los como uma espécie de "poupança forçada". Esse argumento precisa ser muito bem pesado, pois ao contrário da poupança de fato, a rentabilidade pode ser ligeiramente maior.

Além disso, é preciso avaliar a situação financeira antes de fechar a aquisição de um título de capitalização, já que em alguns casos é necessário fazer pagamentos mensais e, por falta de planejamento, algumas pessoas podem cair na armadilha do cheque especial.




Website: https://www.multisena.com
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade