0

Luiza Helena Trajano, Flávio Rocha e Antonio Carlos Pipponzi resumem os principais aprendizados da NRF 2019

Executivos destacaram a importância do propósito e Luiza comentou a digitalização

18 jan 2019
19h27
  • separator
  • comentários

Para encerrar a programação da NRF Retail's Big Show, o Grupo GS&Gouvêa de Souza realizou o Retail Executive Summit, o mais relevante evento brasileiro de varejo e consumo, realizado nos Estados Unidos. Um dos grandes destaques do evento foi o painel de Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza; Flávio Rocha, presidente da Riachuelo e Antonio Carlos Pipponzi, presidente do Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV) e da Raia Drogasil.

Foto: DINO / DINO

Pipponzi iniciou a conversa falando sobre a fusão da Droga Raia com a Drogasil. De acordo com ele, o principal foco eram as lojas físicas e hoje a empresa vê a importância do omnichannel. "Criamos uma marca nacional, ocupamos todos os espaços e mantivemos o olhar na criação de uma rede de lojas físicas. Há alguns anos, nós que trabalhávamos com o e-commerce puro, algo que era muito paralelo do restante do negócio, começamos a entender essa movimentação. Antes víamos como um antagonismo entre o físico e o virtual, hoje vemos que a força está neste conjugado dos dois", afirmou.

Ele destacou que um dos principais aprendizados desta edição da NRF é a importância do propósito, da experiência de compra e da diferenciação. "O nosso desafio é ainda maior porque nós temos 180 metros quadrados em uma loja, não podemos fazer como uma loja Nike, Starbucks ou Restoration Hardware. Mas cada um tem que ser criativo e, dentro do seu ambiente, conseguir uma experiência de compra verdadeira, que certamente não ocorre sem um propósito verdadeiro", explicou.

Outro ponto de destaque para Pipponzi é a economia colaborativa. "Temos que sair da ideia de que todo mundo é concorrente, não pode compartilhar dados". É necessário saber que o mercado é global e o principal são as pessoas.

Flávio Rocha falou sobre os principais pontos da NRF deste ano. "Fiquei muito feliz de ver a questão do propósito, que pontuou várias palestras. Acho que um líder empresarial, um presidente de empresa é, antes de mais nada, o guardião do propósito", disse. O empresário acredita que ele é fundamental para que tudo funcione. "Enquanto o interesse afasta, gera conflitos, o propósito une os colaboradores, os acionistas, a comunidade, o meio ambiente, clientes e fornecedores", concluiu.

Luiza Helena Trajano destacou a digitalização do varejo. "O Magazine Luiza é reconhecido por ser uma empresa que está mexendo muito bem no digital e no físico. Nós temos dois laboratórios. Nós realmente temos como missão levar a digitalização para o Brasil todo, sofremos com preços muito caros, mas acreditamos e digitalizamos. Nós abrimos 100 lojas no ano passado, vamos abrir 150. Agora nós sabemos que onde tem loja física, nós vendemos muito mais na internet. Só que ela muda totalmente de formato, ela é experiência e nós vimos muitas experiências legais na NRF e dessa vez nós vimos funcionando", concluiu.



Website: http://www.grupogouveadesouza.com.br

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade