1 evento ao vivo

Espaços compartilhados segmentados crescem no Brasil

Medflex Consultórios comemora 10 anos de inovação e credibilidade no universo de saúde

15 mai 2018
23h01
  • separator
  • comentários

Atualmente, há no Brasil mais de 250 empreendimentos direcionados para diversos perfis de profissionais liberais, que buscam ambientes compartilhados e desejam fugir do conhecido home office, até pequenas empresas, com salas fixas, mas que compartilham recursos comuns de escritório: internet, computadores e recepcionistas com os demais usuários. Todos com a mesma meta, conquistar novos clientes e fazer networking. Uma revolução em relação ao espaço de trabalhar.

Foto: DINO

Conceito que virou febre, o coworking ou co-working chegou ao Brasil na década de 90. Nesta leva, empreendedores visionários como o engenheiro Agostino Tacoli, idealizador da Medflex Consultórios - pioneiro complexo comercial, com consultórios exclusivos para profissionais da saúde, com atmosfera humanizada e moderna arquitetura e decoração.

"Estamos comemorando uma década de atuação. Flexibilidade e dinamismo são palavras-chave para contar um pouco desse sucesso crescente desde a inauguração. Ditamos as tendências de mercado, sem dúvida e, entre os diferenciais, oferecemos recepcionistas ativas na marcação de consultas e que auxiliam no atendimento dos pacientes", ressalta Tacoli.

A Medflex é única em sua área de atuação no País, com 04 unidades:
- Unidade Bela Vista 1;
- Unidade Bela Vista 2;
- Unidade Vila Clementino;
- Unidade Itaim Bibi;

Vale ressaltar que todos os consultórios são equipados com mesa, macas, telefones e computadores. O médico ainda conta com um armário próprio para guardar seus pertences e material de trabalho.

"Apresentamos a solução completa de consultório, com flexibilidade de horários. Nestes 10 anos, mais de 500 médicos já atenderam na Medflex e temos uma média de 800 consultas mensais em cada Unidade", finaliza o empreendedor.


DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade