0

Empresas que investem em inovação e treinamento lideram reação da economia

25 jun 2018
11h19
atualizado às 19h03
  • separator
  • comentários

Se engana quem imagina que na crise é necessário (ou suficiente) esperar por dias melhores ou congelar investimentos. Números comprovam que cuidar do capital humano e investir na capacitação de profissionais de forma ininterrupta continua sendo prioridade e gerando resultados.

Foto: DINO

Em 2017, em meio à crise econômica, o volume de horas de treinamento por colaborador no Brasil foi 33% superior ao registrado no ano anterior, segundo o Panorama do Treinamento no Brasil, que contou com a participação de mais de 500 empresas respondentes. A média de investimento por colaborador também aumentou (24%) em relação a 2017 e, felizmente, houve queda no absenteísmo nos programas de treinamento (12% é o índice referente a 2017).

Ao olhar para o futuro, as previsões reforçam a ideia de que continuar investindo em educação corporativa é uma questão de sobrevivência para qualquer companhia. De acordo com pesquisa realizada entre profissionais de RH pelo Great Place To Work, o orçamento da área deverá aumentar em relação a 2017 em 41% das empresas. Para onde vai o dinheiro? Sim, na maioria dos casos (30%), a prioridade de 2018 é T&D (Treinamento e Desenvolvimento).

Treinar, capacitar, preparar colaboradores é menos oneroso e mais vantajoso do que contratar novos. Não à toa, a seleção de pessoas é vista como prioridade apenas em 3% das companhias ouvidas na mesma pesquisa.

É importante dizer, que a falta de programas de aperfeiçoamento/treinamento pode gerar prejuízos às empresas, já que o exercício da função baseado apenas nas experiências rotineiras, implica na prática da tentativa e consequentemente ao erro até que se alcance o resultado esperado - e isso pode não acontecer.
Para o colaborador/funcionário, é um desenvolvimento pessoal que vem acompanhado de motivação e disposição; ingredientes imprescindíveis para uma carreira profissional bem-sucedida. O mesmo sente-se valorizado dentro da empresa na qual atua, e será cobrado posteriormente sobre o que foi aprendido. Nesse contexto, todos devem participar (desde o iniciante ao mais experiente).O desenvolvimento, treinamento e aprimoramento servem ainda para que a liderança possa multiplicar os seus conhecimentos, desenvolvendo novas competências e relacionamentos interpessoais proveitosos.

Atuando forte nesse mercado, visando capacitar da forma mais completa possível os colaboradores das empresas, a Magnética Corp. conta com profissionais preparados para atuar nos diversos campos de desenvolvimento. Emocional, social, intelectual, saúde, entre outros, tudo para que o colaborador aumente a sua produtividade em todos os campos de sua vida.

O diferencial da Magnética com relação ao mercado habitual de treinamentos, é atuar no acompanhamento, o pós - treinamento. Depois de aplicado o treinamento ou palestra, a empresa tem 1 mês em que um consultor acompanhará o desenvolvimento dos colaboradores depois da aplicação. E mais um mês de conteúdos gratuitos com materiais de apoio on line, para que sejam aplicadas mais ferramentas e atualizações com as equipes.
Alguns dos benefícios gerados pelo desenvolvimento e capacitação dos profissionais são:
• Redução de custos.
• Ambiente de trabalho agradável.
• Diminuição na rotatividade de pessoal.
• Entrosamento entre os funcionários.
• Empresa mais competitiva.
• Elevação na produtividade.


Portanto, investir na capacitação, desenvolvimento e treinamento dos funcionários da sua empresa, é investir no SUCESSO do seu negócio.
"O treinamento constante leva o ser humano próximo à perfeição, que é possível". Pense nisto.



Website: https://www.instagram.com/magneticacorp/
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade