PUBLICIDADE

Queiroga culpa falha na assistência por quantidade de mortos

Ministro afirmou que há uma "verdadeira via crucis" para se formar um especialista no Brasil

3 mai 2021
12h02 atualizado às 12h11
0comentários
12h02 atualizado às 12h11
Publicidade

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, responsabilizou nesta segunda-feira o que vê como falhas na assistência à saúde pelo grande número de mortos por covid-19 no Brasil e afirmou que o país precisa melhorar os recursos humanos na área, especialmente na medicina intensiva.

Samu em São Paulo
 3/5/ 2021 REUTERS/Amanda Perobelli
Samu em São Paulo 3/5/ 2021 REUTERS/Amanda Perobelli
Foto: Reuters

"Não podemos aceitar que de cada 10 pacientes que estão intubados, oito morram. É por isso que nós temos tantos óbitos, porque a assistência de saúde não dá a resposta que nós esperamos dela", disse o ministro durante evento na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

O ministro afirmou que há uma "verdadeira via crucis" para se formar um especialista no Brasil. "Quando o cara termina, ele já está quase se aposentando", disse.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade