PUBLICIDADE

Coronavírus

China bloqueia respiradores comprados pelo governo de SP

País bloqueou 500 dos 3 mil equipamentos que serão destinados a UTIs no Estado

8 mai 2020 - 08h20
(atualizado às 08h39)
Compartilhar
Exibir comentários

A China bloqueou a vinda de 500 dos 3 mil respiradores adquiridos pelo governo de São Paulo e que seriam destinados a UTIs. O material foi bloqueado no aeroporto de Pequim. Os equipamentos são essenciais no tratamento de pacientes infectados pelo novo coronavírus e na ampliação dos leitos de UTI na rede pública. A informação foi divulgada pela jornalista Mônica Bergamo e confirmada pelo Estado.

Modelo de respirador usado em pacientes de Covid-19 em hospital na França
20/03/2020
REUTERS/Stephane Mahe/File Photo
Modelo de respirador usado em pacientes de Covid-19 em hospital na França 20/03/2020 REUTERS/Stephane Mahe/File Photo
Foto: Reuters

Epicentro da doença no País, a Grande São Paulo já tem praticamente 90% dos leitos de UTI públicos ocupados. De acordo com balanço da Secretaria Estadual da Saúde divulgado nesta quinta-feira, 7, esse índice é de 89,6% na região metropolitana. No Estado, é de 66,9%. Em entrevista coletiva nesta quinta, o secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann, informou que 3.767 pacientes estão internados no Estado em unidades de terapia intensiva.

São Paulo tem com 39.928 casos confirmados e 3.206 óbitos pela doença.

Nesta sexta-feira, 8, o governador João Doria (PSDB) concede uma entrevista coletiva para anunciar medidas de combate à doença no Estado.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade